Como diminuir a gordura corporal?

0
91

Muitas pessoas começam a correr para perder peso. Esta é uma boa estratégia pois o gasto energético durante a corrida é alto. Para emagrecer, é necessário gastar-se mais do que se consome em termos energéticos. Porém, são comuns, relatos de emagrecimento, acompanhados de diminuição da massa muscular (o que não é o objetivo) ou manutenção de uma percentagem de gordura elevada. Neste caso a dieta balanceada pode ajudar e muito.

Comer a cada 3 horas! Uma estratégia importante é não passar muito tempo sem se alimentar. Quando ficamos em jejum ou sem comer por muitas horas, acabamos utilizando o músculo para fornecimento de energia. Atividades de força também são interessantes para a manutenção da massa magra.  É por isto, que hoje se indica a musculação até para quem quer perder peso. Neste caso, é importante comer algo após a atividade (até uma hora depois) e indica-se algum alimento que contenha proteína (carne, leite, queijo, ovo, soja…) pois estudos recentes mostram que dietas ricas em proteínas são eficientes para a perda de gordura, com manutenção da massa magra.

Retirada de toxinas  O excesso de peso ou de gordura é desencadeado principalmente pela má qualidade da alimentação (com alto consumo de açúcar, gorduras ruins e álcool), por uma maior exposição a toxinas (bisfenol A, dos plásticos, agrotóxicos, corantes, estabilizantes e outros preservativos), por um funcionamento intestinal inadequado, pela deficiência de micronutrientes e também pelo stresse.  Todas estas condições sobrecarregam o sistema imune, alteram a funcionalidade do tecido adiposo (onde fica a gordura) e provocam maior resistência à perda de peso. Por isto, adotar uma dieta mais natural, com o mínimo de industrializados, e controlar o stresse (que é um produtor de toxinas internamente), ajuda muito no processo de perda de gordura corporal.

A ajuda da banana verde O funcionamento adequado do intestino é fundamental, porque a sua saúde depende da absorção de todos os nutrientes que utilizaremos na queima de gordura, na construção de músculos e hormónios, na desintoxicação do corpo e até na produção de substâncias que atuam levando informações de saciedade para o cérebro.  Aumenta o uso de prebióticos (substâncias que mantêm a flora intestinal saudável). Por exemplo, um hormónio que melhora a sensibilidade à insulina (prevenindo o diabetes), diminui a massa de gordura e aumenta a saciedade. Os prebióticos podem ser comprados na forma de cápsulas ou pós, mas são caros.  Uma opção caseira perfeita e barata é o amido resistente da banana verde. Para fazer a biomassa, compre bananas verdes (de qualquer variedade), lave-as com casca e coloque numa panela de pressão em água a ferver durante dez minutos. Retire-as, deixe esfriar, descasque-as e bata a polpa no liquidificador. Se tiver feito em pequena quantidade, deixe no frigorífico, ou a polpa pode ser congelada. Consuma cerca de uma colher de café por dia, pura, no sumo, sopa, feijão, etc.  Controle noturno Se assalta o frigorífico à noite, terá realmente mais dificuldade em emagrecer e perder gordura, já que o metabolismo fica mais lento quando se dorme. Por essa razão, é importante não ter deixado de comer durante o dia, para que não esteja tão faminto no período noturno. Existem também alimentos mais propícios para controlar a compulsão neste horário. Os peixes possuem fosfatidilserina, que diminuem a compulsão e o acumular de gordura. A fosfatidilserina também está presente em vegetais folhosos escuros e na soja.  A banana, fruta muito bem aceite pelos corredores, contem o aminoácido triptofano que melhora a saciedade. Pode fazer uma vitamina com a soja.

O abacate é outra fruta calórica, já que também é fonte de ácido oleico. Pode fazer um sumo batendo-o com limão e quinua (fonte de proteína, que também dá saciedade), colocá-lo na salada de frutas da tarde ou mesmo à noite. O ideal, quando se perder peso, é ir dormir com a sensação de que se poderia ter comido um pouco mais…

 

Deixar Resposta