Como pode a cadência da corrida ajudar a ser melhor atleta

0
2362

Muitos corredores ainda têm dúvidas do que é exatamente a cadência da corrida, como medi-la e de que forma utilizá-la como uma aliada do movimento

Corredores e investigadores da área da corrida referem-se cada vez mais sobre a cadência das passadas e como ela pode ajudar na performance e na prevenção de lesões. Porém, muitas pessoas ainda têm dúvidas do que é exatamente a cadência da corrida, como medi-la e de que forma utilizá-la como uma aliada do movimento. Porque é tão importante uma cadência adequada na corrida?

O que é a cadência?

Cadência é a quantidade de passos por minuto, ou seja, quantas vezes os pés tocam o chão num minuto da corrida.

Há uma certa confusão entre o conceito de cadência e velocidade. Para esclarecer esse mal-entendido, imagine alguém correndo 10 km a 10 km/h. Ele pode fazer isso dando poucos passos bem largos ou vários passos mais curtos, mas nas duas situações, ele vai completar os 10 km numa hora. O que muda nos dois cenários não é a velocidade mas sim quantos passos foram necessários para a pessoa correr naquela velocidade, ou seja, a cadência. Poucos passos largos têm uma cadência baixa e vários passos curtos têm uma cadência alta.

É claro que correndo mais rápido, tendemos a aumentar a cadência, dar mais passos por minuto, e correndo mais lentamente, ocorre o oposto. Porém, é importante que esteja claro que a cadência e a velocidade são coisas diferentes e que é possível correr com uma boa cadência em praticamente qualquer velocidade.

Como medir a cadência?

Os dispositivos com GPS mais modernos costumam medir a cadência da corrida. Porém, é possível fazer isso com um relógio comum: conte num minuto quantas vezes o seu pé direito toca no chão. Multiplique o resultado por 2. Essa é a sua cadência de corrida. Normalmente, perceberá num minuto que o seu pé direito tocou o chão por exemplo 85 vezes. Multiplicando por dois, chegamos a uma cadência de 170 passos por minuto.

Como a cadência o pode ajudar

Correr com uma alta cadência é muito benéfico para a corrida. Quando corremos dando mais passos por minutos, melhora a característica do movimento. Entre as vantagens, estão a aterragem mais próxima ao tronco, o que caracteriza uma corrida mais eficiente e com melhor absorção do impacto, e a menor sobrecarga sobre as articulações dos joelho e quadril.

Investigações científicas vêm apontando que aumentar a cadência da corrida é uma boa estratégia para diminuir o impacto em cada passada e tratar problemas no joelho, por exemplo.

E qual seria a cadência ideal? A resposta para essa pergunta depende das características pessoais de cada corredor. Os profissionais correm em média com uma cadência de 180 passos por minutos, mas o atleta comum não precisa de atingir exatamente esse número. O importante é trocar as passadas rapidamente, de forma que a corrida fique confortável e que o pé aterre próximo ao seu tronco, sem ir muito para a frente.

 

Deixar Resposta