Dardo: Helena Gouveia com o engenho antigo, Sílvia Cruz com o atual

0
3120

O lançamento do dardo ficou muito marcado pela alteração no engenho, ocorrida em 1999. Até lá, foram várias as atletas em foco, com relevo para a madeirense Helena Gouveia. Depois, quase só deu Sílvia Cruz, única recordista e 15 vezes campeã nacional.

Sílvia Cruz é mesmo a única atleta portuguesa presente nos Jogos Olímpicos (em 2008) e no Mundial (2007) – ninguém participou ainda em Europeus. E na Taça da Europa/Europeu de Seleções, ela tem 14 presenças, contra 6 de Helena Gouveia, a segunda. Sílvia Cruz detém o recorde nacional com 59,76 desde 2008 e tem mais cinco provas na casa dos 59 metros e três na dos 58 metros. Quase sete metros (!) a separam da segunda de sempre com o atual modelo, a madeirense Marisela Silva (52,96), sendo também madeirense a terceira, Cristina Ferreira (52,52).

Com o antigo dardo, Francelina Moita passou os 30 metros em 1944 e, 19 anos depois, Ana Maria Gomes iniciou uma série de nove recordes, entre os 31,28 de 1963 e os 39,80 de 1969. Ana Paula Martinho passou os 40 m em 1976, com 41,00, e seguiu-se Fátima Pinto, com seis recordes entre 42,00 em 1977 e 46,38 em 1979. Seguiram-se Terezinha Vaz, com nove recordes entre 1983 (46,50) e 1986 (51,38), Ana Morais, com três recordes em 1991 (53,48-53,62-54,18) e, finalmente, Helena Gouveia, que lançou a 56,32 em 1994 e 58,50 em 1995, o último recorde com o antigo engenho, mais planador.

Com o novo dardo, só houve uma recordista, Sílvia Cruz, que começou com 50,81 em 1999 e foi até aos 59,76 nove anos e dez recordes depois.

Entre as mais jovens, o destaque vai para Cláudia Ferreira que, ainda júnior, lançou 51,50 em 2017. São dela também os recordes nacionais de iniciadas (40,38) e juvenis (50,20), ambos com dardos de 500 gramas.

RECORDES NACIONAIS  
Absolutos Sílvia Cruz Sporting CP 59,76 2008  
Sub’23 Sílvia Cruz Individual 54,43 2001  
Juniores Cláudia Ferreira Sporting CP 51,50 2017  
Juvenis (500 g) Cláudia Ferreira Cyclones AC 50,20 2015  
Iniciadas (500 g) Cláudia Ferreira Cyclones AC 40,38 2013  
Infantis (400 g) Inês Custódio AD Novas Luzes 35,91 2017  
AS + CAMPEÃS DE PORTUGAL  
Sílvia Cruz 15 (2000-2017)  
Ana Maria Gomes 10 (1962-1971)  
Fátima Pinto 10 (1973-1984)  
Helena Gouveia 7 (1988-1999)  
Francelina Moita 7 (1943-1956)  
AS + INTERNACIONAIS  
Sílvia Cruz 26 (1998-2017)  
Fátima Pinto 11 (1973-1984)  
Helena Gouveia 11 (1990-2000)  
Terezinha Vaz 10 (1979-1989)  
RECORDES DOS CAMPEONATOS NACIONAIS  
Absolutos Sílvia Cruz Sporting CP 59,74 2007  
Sub’23 Cláudia Ferreira Sporting CP 51,50 2017  
Juniores Elisabete Silva C Operário D 50,06 2011  
Juvenis (500 g) Cláudia Ferreira Cyclones AC 47,80 2015  
PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES NAS GRANDES COMPETIÇÕES
JO 1 24ª Sílvia Cruz 57,06 Pequim 2008  
CM 1 15ª Sílvia Cruz 59,53 Osaca 2007  
CE  
Nota: a seguir à competição (J. Olímpicos, C. Mundo, C. Europa), indica-se o número de atletas

portuguesas presentes no conjunto de todas as edições, as classificações no top’16 (JO. CM) ou

top’8 (CE), os melhores tempos nacionais na prova e os locais e anos dessas classificações.

PORTUGUESAS NA TAÇA DA EUROPA/EUROPEU DE SELEÇÕES
Mais presenças:
Sílvia Cruz 14 (2001-2017)
Helena Gouveia 6 (1993-2000)
Fátima Pinto 5 (1973-1979)
Melhor marca: Sílvia Cruz 59,76 (2008)
Melhores classificações:
Na Superliga: 8ª Sílvia Cruz 2011
Na I Liga 2ª Sílvia Cruz 2008

PORTUGUESAS NOUTRAS COMPETIÇÕES

 
Campeonato da Europa de Sub’23:  
Sílvia Cruz 2001  
FOJE (Festival Olímpico da Juventude Europeia):  
Cátia Silva 2001  
A seguir: heptatlo

(Este artigo ficará igualmente arquivado no site www.atletismo-estatistica.pt)

 

Deixar Resposta