Desistir dos treinos? Não obrigado!

0
557

Para muitos de nós, a prática desportiva é fundamental para o equilíbrio da nossa rotina, do nosso stress e principalmente, onde vivemos alguns de nossos maiores desafios pessoais. Afinal quem não gosta de se superar?

O problema é que nem sempre a motivação para treinar está presente e, sem treino, não é fácil atingir os seus objetivos. Como ultrapassar então essa situação?

Eis cinco sugestões para manter a motivação:

1 – Falta de tempo para treinar

A vida pode ficar mais difícil, os compromissos de trabalho existirão sempre mas há que encontrar algum tempo para treinar. Pare e pense, quanto tempo fica a navegar na internet? Porque não aproveitar esse tempo para treinar? Se diminuir o seu tempo na internet e na televisão, até lhe vai sobrar tempo para treinar!

2 – Falta de rotina para treinar

Por vezes, acontece perder um treino, por exemplo, o da quarta-feira. Então, como já perdeu o treino da quarta-feira, resolve falhar o da quinta-feira e quando dá por si, já perdeu vários dias de treino.

O primeiro passo é aceitar que irá perder um treino de vez em quando, mas não deixar de recomeçar assim que puder.

Outro aspeto importante é planear uma rotina que seja realmente capaz de cumprir. Quem tem o tempo limitado, também pode evoluir se organizar devidamente os treinos. É melhor ser regular e treinar pouco, do que treinar muito e ser irregular.

3 – Celebrar as conquistas

O valor de uma conquista ou de um novo recorde pessoal, é seu, independentemente de quantos participantes teve a prova, quantos havia no seu escalão, a distância do percurso… o que realmente importa é o significado para si daquela conquista ou de um novo recorde pessoal. Assim, pode passar a dar valor em todas as provas em que participa e comemorar sempre depois do evento.

Chegando em primeiro ou em último, pode-se comemorar sempre, comemorar a hipótese de estar vivo, de poder fazer a modalidade preferida, a hipótese de poder participar em mais um evento com ou sem pódios, com ou sem recordes pessoais.

4 – Deixar troféus e medalhas à vista

Ao deixar as suas medalhas e troféus expostos, pode lembrar-se constantemente da emoção e das suas conquistas pessoais, o que lhe vai dar mais ânimo para treinar.

Muitos guardam as medalhas dentro em gavetas ou caixas de sapatos e já nem se lembram de muitas delas. Ao deixar as medalhas à vista, pode melhorar a sua motivação.

5 – Crie uma rede de suporte

Se a família e os amigos não estão envolvidos na atividade desportiva, lá vem de vez em quando aquele pedido: “Não treines hoje, tens os outros dias, vem divertir-te connosco”. E vindo de uma pessoa de quem nós gostamos, é mais fácil ceder à tentação de não treinar.

Uma forma de melhorar essa situação é explicar aos seus amigos e familiares, a importância de atingir os seus objetivos. Muitos deles, passam a ser os seus maiores incentivadores, até nos dias em que está com preguiça de treinar.

E em muitas vezes, dá para treinar e chegar um pouco mais tarde e ainda encontrar os amigos na diversão.

 

Deixar Resposta