Doping trama queniana Viola Jepchumba que é suspensa por 4 anos

0
2266

A queniana Viola Jepchumba foi suspensa quatro anos por ter acusado a substância eritropoietina (EPO) nos seus exames. A Unidade de Integridade do Atletismo (AIU) emitiu a decisão final no seu site, declarando a proibição do medicamento. Testes realizados entre 28 de Agosto e 30 de Setembro de 2017 revelaram que Jepchumba fez uso do medicamento proibido.

A queniana é especialista em corridas de média e longa distância e já venceu as seguintes provas: Route du Vin Half Marathon, em 2014; Udine Half Marathon, em 2015; Istanbul Half Marathon, Discovery Kenya Cross Country e Prague Half Marathon, em 2016. O seu melhor tempo pessoal na meia-maratona é de 1h05m51s, conseguido em Praga, tornando-se a terceira mulher mais rápida da história nesta modalidade.  

Deixar Resposta