Em Espanha, para se ser treinador de atletismo é necessário não ter antecedentes sexuais

0
1948

Depois das confissões das presumíveis vítimas do treinador Miguel Ángel Millán, a Federação Espanhola de Atletismo decidiu que os técnicos deverão apresentar um certificado de delitos sexuais para obter uma licença.

A lei 26/2015 de 28 de Julho desse ano já o exigia para quem trabalhasse com menores.

A decisão agora tomada pela Federação Espanhola entrará em vigor em 1 de Janeiro próximo.

Deixar Resposta