Etíopes vencem Maratona de Lisboa com recorde da prova em masculinos

0
2323

Melhor tempo de sempre numa maratona em Portugal

Depois do furacão Leslie ter atrasado a partida de prova em uma hora, medida estendida à Meia e à Mini Maratonas que acabaram por ter o seu início na IC2 por razões de segurança, a sexta edição da Maratona de Lisboa apresentou um excelente lote de resultados com os quatro primeiros a fazerem melhor que o anterior recorde da prova. E tivemos ainda nove atletas com um tempo abaixo das 2h10m.

Maratona Lisboa2018-2º e 3ºO etíope Limenih Getachew foi o grande vencedor depois de se ter isolado a 2 km da meta dos dois quenianos que o acompanhavam. Leslie terminou em 2.07.34, distanciado 14 segundos de Samuel Wanjiku e 24 de Justus Kimutai. O benfiquista Hermano Ferreira foi o primeiro português ao ser décimo com 2.20.11, um tempo abaixo do esperado por si mas o possível, tendo em conta os problemas físicos que experimentou durante o percurso.

Em femininos, a etíope Kuftu Dadiso venceu destacada em 2.24.56, ficando a 43 segundos do recorde da prova. Em segundo lugar ficou a queniana Monica Jepjoech a já 2m39s com a etíope Tigist Memuye a fechar o pódio a 3m39s. Rosa Madureira foi a primeira portuguesa ao chegar em sexto lugar com 2h47m17s.

Correr uma maratona sem treinar!

Maratona Lisboa2018-a chegar 1Milhares de estrangeiros animaram a prova, a esmagadora maioria, atletas populares em que o seu objetivo é fazer turismo e terminar bem a maratona. Entrevistámos casualmente uma atleta, Sara Marinho, que não treina, só faz ginásio e ainda assim, foi a segunda portuguesa com 3.10.58!

Outro atleta popular a merecer destaque é José Pereira (Banco Santander Totta) que correu a sua 20ª maratona consecutiva em Lisboa.

Excelente organização

O azar bateu à porta de Carlos Móia e da sua equipa nas duas meias maratonas com início previsto nas Pontes 25 de Abril e Vasco da Gama. Depois das rajadas de vento em Março terem obrigado à alteração da partida, verificou-se agora o mesmo na Ponte Vasco da Gama devido ao furacão Leslie que, tantos estragos, fez nalgumas regiões do país. As tendas e restante logística tiveram de ser retiradas ontem e montadas hoje muito cedo. Apesar de todas as contrariedades, os atletas mostraram-se agradados com a organização.

Para além de ter sido batido o recorde prova, estabeleceu-se a melhor marca em solo português. Mas houve uma quebra assinalável no número de classificados. Agora, acabaram 3.101, bem longe dos 4.673 do ano passado.

HERMANO FERREIRA/SL BENFICA

hermano ferreiraFoi uma maratona muito dura. Quero agradecer ao Samuel Freire pelo apoio que me deu até aos 21 km. Aos 30 e 31 km, senti caibras no posterior, foi um calvário até ao fim. Custaram mais esses 11 km que os outros todos. Esqueci a marca, só quis chegar ao fim. Agora, há que recuperar deste esforço. Espero continuar no Benfica, quero tentar os mínimos para o Mundial e os Jogos Olímpicos. O meu dia de sorte há-de chegar.

 

LUÍS BAÇO/VITÓRIA SETÚBAL

Maratona Lisboa2018-Luís BaçoTem 43 anos e é supervisor. Correu enquanto jovem, parou e regressou há dois anos na Meia Maratona dos Descobrimentos. Treina 6/7 vezes por semana, “mais ou menos” com um plano de treinos e não pratica outra modalidade. Esta foi a sua segunda maratona depois de no ano passado, ter terminado aqui em 2h52m. Quanto ao percurso, achou-o difícil e classificou a organização como excelente. Foi o 22º com 2h39m57s.

SARA MARINHO/INDIVIDUAL

Maratona Lisboa2018-Sara MarinhoTem 28 anos e é farmacêutica. Corre há 15 anos e estreou-se na Corrida do Tejo. Não treina, só faz ginásio e vai às provas. Correu uma maratona pela nona vez e gostou do percurso, “muito melhor que o antigo”. Classificou a organização como muito boa. Foi a 15ª e 2ª portuguesa com 3h10m58s.

 

PAULO SILVA/LINDA-A-PASTORA SC

Maratona Lisboa2018-Paulo SilvaTem 45 anos e é encarregado operacional. Corre há seis anos e estreou-se na Corrida do Tejo. Treina todos os dias, com um plano de treinos e não pratica outra modalidade. Esta foi a sua quarta maratona e achou este percurso mais difícil. Gostou da organização, tendo sido o 55º com 2h53m08s, novo recorde pessoal.

 

FERNANDA SANTINHA/INDIVIDUAL

Maratona Lisboa2018-Fernanda Santinha 1Tem 46 anos e é professora. Começou a correr nos corta-matos escolares e nunca mais parou. A sua primeira meia maratona foi a da Ponte 25 de Abril, em 1991 (já participou em 25 edições). Treina 3/4 vezes por semana e ainda faz natação e ciclismo. Costuma correr com um plano de treinos e correu agora a sua sexta maratona. Gostou muito do percurso, “pouco duro” e da organização. Classificou-se em 18º lugar sendo a 3ª portuguesa com 3h15m14s, novo recorde pessoal.

LUÍS SILVA/INDIVIDUAL

Maratona Lisboa2018-Luís SilvaTem 46 anos e é bancário. Correu em tempos, parou e regressou há seis anos. Estreou-se na Corrida do Tejo e treina cinco vezes por semana. Faz ainda natação e ciclismo. Corre com um plano de treinos e esta foi a sua segunda maratona. Nada a dizer do percurso e gostou da organização. Foi o 147º com 3h07m15s.

RESULTADOS VI EDP MARATONA DE LISBOA (14/10)

Masculinos

Maratona Lisboa2018-pódio masc1º Limenih Getachew (Etiópia) 2.07.34; 2º Samuel Wanjiku (Quénia) 2.07.51; 3º Justus Kimutai (Quénia) 2.07.58; 4º Ishmael Chemtan (Quénia) 2.08.18; 5º Nicholas Kirwa (Quénia) 2.08.22; 6º Hicham Laquoahi (Marrocos) 2.08.27; 7º Birhan Nebebew (Etiópia) 2.09.24; 8º Alfred Kering (Quénia) 2.09.44; 9º Jonah Chesum (Quénia) 2.10.08; 10º Hermano Ferreira (SL Benfica) 2.20.11; … 14º Pedro Januário (ANAV-Comp. Nacional) 2.36.28; … 17º Luís Baço (Renault) 2.39.57

Femininos

Maratona Lisboa2018-pódio fem1ª Kuftu Dadiso (Etiópia) 2.24.56; 2ª Monica Jepjoech (Quénia) 2.27.35; 3ª Tigist Memuye (Etiópia) 2.28.35; 4ª Guteni Shone (Etiópia) 2.31.41; 5ª Tsehay Maru (Etiópia) 2.34.10; 6ª Rosa Madureira (FC Penafiel) 2.47.17; 7ª Gaelle Salfray (França) 2.57.39; 8ª Sorrell Walsh (Indiv.) 3.02.02; 9ª Jill Horan (Irlanda) 3.02.16; 10ª Anna Palmadottir (Islândia) 3.04.19; … 15ª Sara Marinho (Indiv.) 3.10.58; … 18ª Fernanda Santinha (Indiv.) 3.15.14

Cadeira de rodas (11)

1º Jordi Madera (Espanha) 51.14; 2º Gustavo Molina (Espanha) 57.08; 3º Alexandrino Silva (Portugal) 59.36

 

Deixar Resposta