Europeu Dia 7 manhã/Inês Henriques folgada campeã e Ricardo Santos surpreendente recordista

0
1905

Isolada desde os primeiros quilómetros, Inês Henriques confirmou o seu favoritismo nos 50 km marcha do Europeu de Berlim, ganhando com cerca de três minutos e meio de vantagem apesar da quebra nos quilómetros finais da prova. Mas a manhã do segundo dia teve outro motivo de satisfação para o atletismo nacional: Vítor Ricardo Santos bateu o recorde nacional dos 400 metros, passando às meias-finais.

Inês Henriques foi a grande figura da estreia dos 50 km marcha femininos em Europeus, juntando este título ao mundial do ano passado e marchando em andamento de recorde mundial até cerca dos 40 km. Mas estava bastante calor e a atleta portuguesa quebrou muito na parte final, vendo a sua vantagem sobre a segunda, a ucraniana Alina Tsviliy, diminuir de mais de cinco minutos aos 40 km para quase três minutos e meio no final. Gastou 4.09.21, contra o seu antigo recorde mundial de 4.05.56 e o atual recorde mundial da chinesa Rui Lang, de 4.04.36.

Inês fez por cada 10 km sucessivamente 48.19 + 48.21 + 48.38 + 49.58 + 54.05.

Na prova masculina de 50 km, os portugueses não foram felizes. João Vieira desistiu aos 24 km quando seguia em 14º lugar, em andamento de 3h52m. Já Pedro Isidro, que andou sempre longe dos primeiros, quebrou muito a partir dos 30 km e foi 24º com 4.11.44, entre os 36 participantes, dos quais nove desistiram e um foi desclassificado. Foi ultrapassado por Inês Henriques aos 41 km e gastou por cada 10 km: 47.50 + 47.53 + 47.06 + 51.47 + 57.08. A prova foi ganha pelo ucraniano Maryan Zakalnytskyy em 3.46.32, seguido do eslovaco Matej Toth, com 3.47.27.

Excelente esteve Vítor Ricardo Santos, que não só se apurou para as meias-finais dos 400 metros, ao ser segundo na sua série, como (principalmente) bateu o seu recorde nacional, que já durava desde 2014, passando-o de 45,74 para 45,55. Obteve o quarto tempo das eliminatórias, as quais tiveram como grande curiosidade, três delas terem sido ganhas pelos irmãos belgas Borlée: Kevin ganhou a primeira com 45,29 (à frente de Ricardo Santos); Jonathan venceu a segunda com 45,19; Dylan triunfou na terceira, com 45,84!

André Pereira nos 3000 m obstáculos e Eliana Bandeira no peso ficaram longe do apuramento para as finais, que seriam de muito difícil alcance. Ambos estiveram bem aquém da sua valia. Ele foi 15º e último na sua série com 8.54,63, o 34º tempo entre os 36 participantes nas duas séries. O último apurado por tempos gastou 8.30,44, bem melhor que o recorde pessoal de André Pereira: 8.39,19.

Eliana Bandeira ficou a cerca de metro e meio do seu melhor (16,63), com 15,18, tendo sido 22ª entre as 23 concorrentes. A 12ª e última apurada conseguiu 17,17.

Na tarde deste segundo dia, Tsanko Arnaudov estará na final do peso, Samuel Remédios na de 10000 m e Carlos Nascimento, Yazaldes Nascimento, José Lopes e Lorène Bazolo correrão as meias-finais de 100 metros.

Deixar Resposta