Federação obrigada a manter indefinição quanto ao calendário de competições

0
437

A Federação Portuguesa de Atletismo emitiu um comunicado no qual mantém a indefinição quanto ao calendário de competições para esta época, apenas sublinhando que estas se mantêm suspensas. Afirmando continuar em “estreita comunicação com as autoridades portuguesas, quer a Direção-Geral de Saúde (DGS) quer o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ)”, a Federação sublinha que, não existindo “previsões nem certezas sobre a diminuição ou o final do atual Estado de Emergência e das medidas que se seguirão”, é suspenso “por tempo indeterminado todo o calendário nacional e regional”.

Seguem-se palavras do presidente Jorge Vieira, que começa por salientar que “importa, acima de tudo, garantir a segurança e saúde dos nossos agentes desportivos, dirigentes, atletas e treinadores, bem como dos voluntários que habitualmente colaboram nas nossas realizações”. Embora reconhecendo a “necessidade que os nossos atletas, treinadores e dirigentes têm de conhecer bem os seus objetivos competitivos”, Jorge Vieira refere ser neste momento “impossível ter uma noção mais exata do que o futuro nos reserva, quer nas medidas de contenção que o Estado Português possa impor, quer no calendário internacional”, embora saliente ser vontade da FPA “ainda poder proporcionar momentos competitivos, quer a nível regional, quer a nível nacional”, aguardando por mais indicações nos próximos dias, nomeadamente no que se refere ao Europeu de Paris, previsto para final de agosto.

Em suma: a Federação está obrigada a aguardar pelo evoluir da situação…

Nota: o comunicado completo pode ser lido no site da Federação Portuguesa de Atletismo.

Deixar Resposta