Francisco Belo bateu duas vezes o recorde do disco

0
2674

O benfiquista Francisco Belo melhorou este domingo o seu recorde de Portugal do disco, ao lançar 61,68 m no segundo ensaio e 62,01 m no sexto da prova do Campeonato de Portugal, em Vagos. O atleta de Castelo Branco, de 26 anos, tinha batido o recorde em fevereiro, em Leiria, com 61,55 m, sucedendo a Jorge Grave. No Campeonato de Portugal lançou sucessivamente a 55,17-61,68-59,33-60,46-58,54-62,01. Foi o seu primeiro título de campeão nacional, depois de ter sido segundo, atrás de Tsanko Arnaudov, na prova de peso da 1ª jornada. Nesta prova de disco, o pódio foi completado por Edujose Lima, com 55,15 m, e Filipe Vital Silva, com 54,52 m.

As provas da 2ª jornada do Campeonato de Portugal ainda foram mais prejudicadas pelo vento (que chegou a soprar a +5 e +6 m/s) que as da véspera. Patrícia Mamona chegou a 14,40 m no triplo, mas com vento a +4,2 m/s (13,91/v:+4,7 para Susana Costa); Marcos Chuva conseguiu 7,99 m no comprimento (v:+3,8); David Lima ganhou os 200 m em 20,47 s (v:+5,0), tal como Loréne Bazolo, com 23,35 s (v:+3,7). Há que haver a preocupação, aquando da escolha dos locais para os Campeonatos de Portugal, de escolher pistas tanto quanto possível menos ventosas…

Houve duas surpresas: nos 110 m barreiras (v:+3,5), Hélio Vaz (13,87) derrotou Rasul Dabo (13,96); no martelo, Dário Manso (68,69) ganhou a António Vital Silva (65,42 no único ensaio válido).

Bons despiques nos 100 m barreiras (v:+2,3), com Lecabela Quaresma (13,49) a derrotar Marisa Carvalho (13,56) e Olímpia Barbosa (13,65); e na vara, prova na qual Marta Onofre ficou longe do que vale, sendo eliminada a 4,10 (passara 4,00), e Cátia Pereira (4,20 à 1ª tentativa) derrotou Eleonor Tavares (4,10 e tentativas falhadas a 4,20 – uma – e 4,25 – duas).

Sílvia Cruz soma e segue: ganhou o dardo pela 15ª vez, com 47,85 m no… último ensaio.

No salto em altura, sem o recordista nacional Paulo Conceição, lesionado, nem vários outros dos melhores portugueses, a prova foi ganha por Pedro Pinheiro, o único a passar dois metros (2,02)!

As provas combinadas foram muito prejudicadas pelo vento, que não permitiu a homologação das marcas. No decatlo, Samuel Remédios não completou os 110 m barreiras e acabou por desistir, triunfando Eduardo Valério. No heptatlo, triunfou Catarina Fernandes, com 4992 pontos.

São campeões nacionais:

MASCULINOS

200 m              David Lima                           SLB             20,47     v:+5,0

800 m              Miguel Moreira                     SLB          1.55,37

3.000 ob.         André Pereira                        SLB          9.18,84

110 bar.           Hélio Vaz                              SLB             13,87     v:+3,5

400 bar.           Diogo Mestre                        SLB             53,01

Altura              Pedro Pinheiro                      SLB               2,02

Comp.             Marcos Chuva                       SLB               7,99     v:+3,8

Disco               Francisco Belo                      SLB             62,01

Martelo           Dário Manso                         SLB             68,69

Decatlo           Eduardo Valério                    JV                5869     vf

FEMININOS

200 m              Lorène Bazolo                       SCP             23,35     v:+3,7

800 m              Salomé Afonso                     SCP          2.12,75

5.000 m           Ana M. Ferreira                     SCP        16.51,77

100 bar.           Lecabela Quaresma               SLB             13,49     v:+2,3

400 bar.           Vera Barbosa                        SCP             59,11

Vara                Cátia Pereira                         SLB               4,20

Triplo              Patrícia Mamona                   SCP             14,40     v:+4,2

Peso                Jéssica Inchude                     SCP             15,59

Dardo              Sílvia Cruz                            SCP             47,85

Heptatlo          Catarina Fernandes               SCP              4992     vf

 

 

Deixar Resposta