Inês Henriques 4ª na Corunha

0
3460

Duas perspetivas bem diferentes na análise da presença portuguesa no Grande Prémio de Marcha, na Corunha, prova do circuito da IAAF. Esperava-se melhor dos primeiros planos – apenas Inês Henriques esteve presente (4ª); sucederam-se os recordes pessoais entre os segundos planos.

Com Ana Cabecinha ausente, as esperanças recaíam em Inês Henriques, que seguiu no grupo das terceiras até à légua final, cedendo depois um pouco e caindo para o 4º lugar, com 1h30m44s. Gastou por cada légua: 22.38+22.23+22.36+23.07. Triunfou a brasileira Erica de Sena, com 1h29m16s, e na parte final a espanhola Ainhoa Pinedo (1h29m50s), que seguia no grupo de Inês Henriques, ultrapassou a chinesa Wang Yingliu (1h29m56s).

Mais atrás, progressos (e mínimos para o Europeu sub’23 – bem acessíveis 46 m…) para Edna Barros (21ª classificada), de 1.39.54 para 1.37.23 (excelente), com subida ao top’10 nacional de sempre (10ª precisamente); para Mariana Mota (29ª), de 1.42.41 para 1.42.35; e para Laura Leal (30ª), de 1.46.04 para 1.44.03.

Na prova masculina, ausente João Vieira, o melhor foi Miguel Carvalho (30º), que cedeu muito na parte final (41.48+45.04 por cada 10 km), gastando 1.26.44 e quase sendo alcançado por Miguel Rodrigues, 31º com 1.26.49, recorde pessoal por 34 segundos (15º de sempre). Recordes pessoais, ainda para Rui Coelho (35º), de 1.28.39 para 1.27.48 (18º de sempre), e Amaro Teixeira (40º), de 1.33.08 para 1.29.43.

A prova masculina foi ganha pelo espanhol Alvaro Martin, com 1.19.57.

Classificações em: http://www.atletismogalego.com/rcantones2017.pdf

 

Deixar Resposta