Investigação na Rússia rejeita acusações de relatório sobre doping no país

0
1405

O presidente do Comité Olímpico Russo, Aleksandr Zhukov, disse nesta ontem que a investigação oficial realizada no país rejeitou as acusações do relatório McLaren, feito a pedido da Agência Mundial Antidoping (Wada).

“Não se confirmaram nem os dados do relatório sobre o doping de milhares de atletas russos, nem outras conclusões contidas nesse documento”, disse o dirigente, em entrevista coletiva.

Zhukov destacou que, na “grande maioria dos casos”, as investigações realizadas pelas respetivas federações internacionais, a respeito das acusações contra a Rússia, não apontaram em nenhuma punição contra atletas do país.

No fim de setembro, a Rússia anunciou a expedição do mandado internacional de busca e captura do antigo diretor do laboratório antidoping de Moscovo, Grigory Rodchenkov, que denunciou, no ano passado, a existência de um sistema de doping financiado pelo governo.

Segundo esta denúncia, dezenas de atletas do país, incluindo 15 medalhados dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, utilizaram substâncias ilegais, com chancela do estado. Uma das consequências do relatório McLaren, feito seguidamente, foi a suspensão da federação russa de atletismo, que ficou fora dos Jogos Olímpicos do Rio Janeiro 2016 e do Mundial de Londres 2017.

 

 

Deixar Resposta