IPDJ esclarece sobre alegados abusos sexuais no CAR

0
3125

Face às questões enviadas ontem, por vários meios de comunicação, ao Instituto Português do Desporto e Juventude foi emitido por parte da organização um comunicado que presta esclarecimento quanto ao caso de alegados abusos sexuais no Centro de Alto Rendimento do Jamor.

Em relação a “alegados abusos sexuais entre colegas” dizem ter sido uma situação “que só foi conhecimento dos dirigentes do IPDJ aquando da notificação da abertura de um processo de inquérito da Inspeção Geral da Educação e Ciência (IGEC)”.

Quanto aos “comportamentos cívicos desadequados” que no Jornal de Notícias o IPDJ diz ter conhecimento, a organização explicou que “No final da época desportiva de 2015/2016, três atletas da modalidade de Ténis, à data com 16 anos, não voltaram a ser admitidos no Centro de Alto Rendimento Jamor (CAR Jamor) por terem protagonizado comportamentos cívicos desadequados, ao longo da época desportiva, designadamente, por terem espalhado comida pelo chão, paredes e teto da área social da residência e por incumprimento de horários definidos.”

Estes três atletas não voltaram a ser readmitidos no CAR Jamor e o IPDJ acrescenta que “Quando o IPDJ tomou conhecimento da queixa, por parte da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção de Crianças e Jovens à IGEC,  os mesmos atletas já não residiam no CAR Jamor.”

De momento, o IPDJ diz estar a aguardar as conclusões do processo e “sublinha o prestígio do CAR Jamor”.

Deixar Resposta