Licínio Pimentel e Catarina Ribeiro vencem Meia do Douro Vinhateiro

0
2980

Considerada pela Organização como a “corrida mais bela do mundo”, afirmação discutível porque por esse mundo fora, há inúmeras provas com percursos lindíssimos, esta 12ª edição da Meia Maratona do Douro, constituiu um êxito. A barragem de Bagaúste encheu, não de água mas de gente.

Dada a partida, logo começaram as hostilidades, tendo-se formado um grupo com cerca de uma dezena de atletas que se foi desfazendo com o avolumar dos quilómetros. Já numa fase avançada da prova, restavam cinco atletas, três do Sporting, Licínio Pimentel, Rui Teixeira e Pedro Ribeiro mais Carlos Silva e Luís Saraiva. Estes três últimos acabaram por ceder com Licínio a atacar na ponte que liga a Peso da Régua, acabando por cortar a meta isolado em 1h06m51s. Rui Teixeira foi segundo a nove segundos e Luís Saraiva, terceiro a 46 segundos.

Em femininos, houve luta pelas melhores posições desde cedo. Catarina Ribeiro (Indiv.) e Inês Monteiro (CA Seia) cedo ficaram isoladas com Sara Moreira a curta distância, escoltada pelas “lebres de luxo” Ricardo Ribas e José Moreira. Mas Sara recuperou e isolou-se. Catarina não ficou muito distante e acabou por desferir um forte ataque que não teve resposta por parte de Sara. A vencedora acabou por terminar em 1h12m13s (recorde pessoal), com Sara a 16 segundos e Inês Henriques a 1m33s. Cristina Gil foi a última com 3h29m21s.

Foram distribuídos 5.200 euros em prémios monetários com os vencedores a arrecadarem 850 euros.

foto-4-douroQuebra de atletas chegados

Classificaram-se 3.344 atletas, uma quebra significativa face ao número recorde de 3.775 fixado o ano passado. Ainda assim, os 3.344 de agora são o segundo melhor registro. Longe vai 15 de Outubro de 1989, data da primeira edição com escassos 106 chegados. A caminhada na distância de 6 km teve milhares de participantes que ocuparam metade da estrada, fazendo uma extensa fila. Segundo a Organização, inscreveram-se este ano nos dois eventos 20.600 pessoas, cerca de mais 20% do que no ano passado.

Faustin Strareche e Aurora Cunha recordistas do percurso

Nestas 12 edições, apenas Rui Pedro Silva conseguiu vencer por duas vezes. Já em femininos, Sara Moreira vai com três triunfos.

Os melhores tempos pertencem ao tanziano Faustin Strareche que em 2009 fez 1h02m10s e a Aurora Cunha que na primeira edição conseguiu 1h09m58s. Aurora é a única que conseguiu terminar abaixo da 1h10m.

RESULTADOS 12ª MEIA MARATONA DOURO VINHATEIRO/PESO DA RÉGUA (28/05)

Masculinos

1º Licínio Pimentel (Sporting CP) 1.06.51; 2º Rui Teixeira (Sporting CP) 1.07.00; 3º Luís Saraiva (Indiv.) 1.07.37; 4º Pedro Ribeiro (Sporting CP) 1.08.34; 5º Carlos Silva (Indiv.) 1.08.47; 6º Pedro Cruz (C S. Salvador Campo) 1.08.59; 7º Bruno Silva (Águias de Alvelos) 1.09.40; 8º Leonel Fernandes (CA Ovar) 1.11.22; 9º José Moreira (Sporting CP) 1.12.31; 10º Ricardo Ribas (Indiv.) 1.12.36

Femininos

1ª Catarina Ribeiro (Indiv.) 1.12.13; 2ª Sara Moreira (Sporting CP) 1.12.29; 3ª Inês Monteiro (CA Seia) 1.13.46; 4ª Carla Martinho (RD Águeda) 1.17.34; 5ª Emília Pisoeiro (CA Profª E. Pisoeiro) 1.18.38

Cadeira de rodas (6 participantes)

1º Alexandrino Silva (Indiv.) 50.18; 2º Fernando Mendonça (Indiv.) 1.34.18

 

Deixar Resposta