Mais de 30 atletas subitamente doentes após a chegada da agência russa anti-doping!

0
1895

A história aconteceu de 13 a 14 de janeiro em Irkutsk, no campeonato de pista coberta do Distrito Federal da Sibéria. Todos sabem que as doenças são de natureza psicossomática – quando um forte stresse ou excitação reduz a resistência do corpo a vírus e bactérias. Nas competições em Irkutsk, surgiu o controle de doping da agência russa antidoping RUSADA, e isso causou tanto stresse entre os participantes, que 36 deles, ficaram doentes e/ou não apareceram no início.

Uma das atletas que adoeceu subitamente foi Natalya Aristarkhova,  que no final de dezembro do ano passado, no campeonato universitário do território de Krasnoyarsk, correu sozinha os 3.000 m em 9.06.1. Uma marca semelhante era esperada em Irkutsk, mas o organismo no pico da forma é conhecido por ser particularmente suscetível a certos tipos de vírus…

O Comité Disciplinar da Federação Russa de Atletismo abriu uma investigação interna ao sucedido e prometeu aplicar “as sanções apropriadas”.

Sergey Shubenkov, campeão do mundo em 2015 dos 110 metros barreiras, foi um dos atletas que criticou o que aconteceu através da rede social Twitter.

Deixar Resposta