Mais um caso de doping na Jamaica

0
735

A bicampeã mundial de juniores em 100 e 200 m, Briana Williams (17 anos) acusou um diurético num controlo antidoping.

Briana foi controlada nos campeonatos do seu país em Junho e as análises A e B revelaram a presença de um diurético. O seu advogado disse que a atleta tomou o produto de uma forma involuntária, o qual estaria presente num medicamento que ela tomou contra a gripe.

Briana, que é treinada pelo antigo sprinter Ato Bolden, pode assim ver-se impedida de participar nos Mundiais de Doha.

Segundo o regulamento da Agência Mundial Antidoping, Briana corre o risco de uma suspensão até quatro anos.

Deixar Resposta