Manuel Dias melhor decatlonista em termos relativos

0
1132

Samuel Remédios foi 8º na II Liga do Campeonato da Europa de Seleções de Provas Combinadas, realizado na Madeira (Ribeira Brava), com 7031 pontos, enquanto Manuel Dias se classificou na 9ª posição com 7023 pontos, um novo recorde pessoal. No heptatlo, Lecabela Quaresma desistiu e a júnior Mariana Bento foi 15ª com 4692 pontos.

Não foi muito feliz a presença portuguesa nesta competição, desde logo por não ter apresentado equipas (seriam necessários três atletas no mínimo) e depois pela desistência de Lecabela Quaresma, que seguia na 3ª posição no final da 1ª jornada, embora com uma pontuação pior que aquela que somava no heptatlo de há duas semanas, em França. Por sua vez Samuel Remédios ficou aquém da sua valia no decatlo. Valeu o recorde pessoal do ex-júnior Manuel Dias. A júnior Mariana Bento foi 15ª mas já fez melhor.

No decatlo, Samuel Remédios ficou a 347 pontos do seu recorde pessoal (7378 p.). Na 2ª jornada só fez melhor no disco (38,86 contra 34,11) mas esteve bem inferior nas barreiras (15,03 contra 14,69), na vara (4,40 contra 5,10) e nos 1500 m (5.11,70 contra 4.53,24). No dardo esteve quase ao nível (43,66 e 43,71).

Já Manuel Dias, sub’23 de 1º ano, melhorou em três das provas deste domingo: 110 bar. – 16,17 para 15,94; vara – 4,20 para 4,50; dardo – 49,60 para 50,42. Nos 1500 m fez um pouco pior (4.35,61 – 4.32,29) e no disco fez a mesma marca: 35,03. Os seus 7023 pontos representam um progresso de 98 pontos. Ele tornou-se o sexto português a passar os 7000 pontos (contando com o recém naturalizado Abdel Larrinaga) e ficou como 4º sub’23 nacional de sempre. E ainda tem mais duas épocas (e o resto desta) como sub’23.

No setor feminino, Lecabela Quaresma desistiu a seguir ao salto em comprimento, no qual fez 5,73 (v:+1,4), bem aquém dos 6,10 do seu melhor heptatlo desta época, e a júnior Mariana Bento foi 15ª com 4692 pontos, a quase 200 pontos da sua marca de há um mês, em Espanha.

Os belgas Niels Pittomvils, com 7837 pontos no decatlo, e Noor Vidts, com 6027 no heptatlo, foram os vencedores da II Liga, que contou com 27 atletas masculinos (4 desistiram) e 25 femininos (duas desistências).

Lorène Bazolo melhora em Itália

Entretanto, este sábado, em Trieste (Itália), Lorène Bazolo foi 3ª nos 100 m, com 11,38 (v: 0,0), melhor marca nacional do ano.

Deixar Resposta