Maratona Clube Vila Chã/A promover o atletismo em Seia

0
775

O Maratona Clube Vila Chã está situado no concelho de Seia e foi fundado em 2011. O nome do clube é uma homenagem do seu fundador Jacinto Correia ao amigo atleta Cipriano Lucas que correu no Maratona Clube de Portugal. O clube tem 22 atletas, alguns deles já campeões nacionais nos seus escalões. São clubes como o Maratona Clube Vila Chã que mantêm vivo o atletismo no interior do país.

O Maratona Clube Vila Chã foi fundado em 20 de Setembro de 2011 e está situado em Vila Chã, freguesia de Santa Comba e concelho de Seia.

O seu aparecimento deve-se a Jacinto Correia, que descontente com o clube onde estava inscrito, pensou em tornar-se um atleta individual. Mas se o fizesse, deixaria para trás outros companheiros e um grupo de atletas jovens que tinha vindo a apoiar e que o motivaram. Foi então que decidiu e após uma conversa com um amigo, fundar o Maratona Clube Vila Chã.

Nome do clube é homenagem a Cipriano Lucas

maratona clube vila chã 8Juntamente com o amigo e outros sete elementos, Jacinto Correia fundou o clube que tem este nome em homenagem ao seu amigo Cipriano Lucas, que foi atleta do Maratona Clube Portugal.

Jacinto Correia acumula as funções de presidente com as de treinador e é ainda atleta, tendo já completado 25 maratonas, com um recorde pessoal de 2h36m51s, obtido em Berlim.

O Maratona Clube Vila Chã tem atualmente 46 sócios. As quotas variam de 50 cêntimos mensais para quem tem entre 6 e 9 anos de idade,75 cêntimos para quem tem entre 9 e 18 anos e mais de 65 anos e um euro para quem tem entre 18 e 65 anos.

O clube tem apenas em funcionamento a Secção de Atletismo que tem atualmente 22 atletas, desde benjamins a veteranos. A sede do clube funciona na casa do presidente, em Seia.

Objetivos da época: máximo de títulos e zero lesões

Jacinto Correia define em poucas palavras, os objetivos para esta época: “Máximo de títulos e zero lesões”.

mcO clube está satisfeito com a prestação dos seus atletas que participam em provas de pista, estrada e trails. “O clube continua a apostar na formação, mas também apoia atletas mais veteranos que anualmente lutam e obtém pódios nacionais, por vezes internacionais, nomeadamente, já contou com atletas na seleção nacional de Masters”. Alexandre Figueiredo merece uma referência especial da parte do presidente pois viria a transferir-se para o SL Benfica.

Localizado no interior, as principais dificuldades do Maratona Clube Vila Chã passam por vezes pelo reduzido número de provas e pelas deslocações para provas maiores. O clube participa em cerca de 50 provas por ano e percorre anualmente cerca de 12.000 quilómetros em deslocações para as competições.

MARATONA CLUBE VILA CHÃ

Concelho: Seia

Ano fundação: 2011

Presidente: Jacinto Correia

Atletas: 22

Técnico: 1

Orçamento: 6.000 euros

Seis mil euros de orçamento

Maratona Vila Chã-títuloO orçamento ronda os seis mil euros. Para fazer face a esta despesa, o clube conta com os apoios da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal e ainda de alguns privados como a Quinta do Crestelo, Restaurante Mirante da Estrela – Sabugueiro, Balequi Contabilidade, Snack Bar Tuti Fruti Seia e Móveis Sancho.

Os apoios aos atletas passam pelas inscrições, transportes (para competições e para treinos), equipamentos e cerimónia de aniversário do clube por si paga, onde são homenageados os atletas e os apoiantes do clube.

“Este clube funciona muitas vezes como primeiro contacto com o desporto para os atletas jovens e não jovens”

Clube organizador de provas importantes na região

Maratona Vila Chã 4O Maratona Clube Vila Chã já organizou dois Campeonatos Distritais de Corta-Mato da A.A. Guarda e a Corrida do Alva que percorre dois concelhos (Seia e Oliveira do Hospital), dois distritos (Guarda e Coimbra) e duas localidades (Sandomil e Penalva de Alva. Trata-se de uma prova importante a nível regional, pois alberga dois Distritais de Estrada (Guarda e Coimbra). Na última edição, estiveram presentes cinco atletas olímpicos e foi batido o record de participações com 700 atletas.

Estórias de campeões e de uma desqualificação

Estórias não faltam a este clube. Jacinto Correia relata-nos três passadas com os seus atletas.

1ª) Participação no Campeonato Nacional de Estrada em Benavente: a primeira prova de um dos atletas Masters foi precisamente num Nacional de Estrada (15 km). Correu-lhe tão bem que se sagrou campeão de estrada no escalão de M60.

Maratona Vila Chã 62ª) Participação nos Nacionais de Juniores de pista em 5000 m: a “tática” mais utilizada pelo atleta Alexandre Figueiredo é partir a matar e acabar a morrer. Nesta prova e logo após a partida, o Alexandre tomou a liderança e impôs o seu ritmo. Tal, causou grande admiração no público, pensando que ele não fosse capaz de manter o forte andamento imprimido. A verdade é que o Alexandre manteve o ritmo até ao fim e sagrou-se campeão nacional dos 5000 metros.

3ª) Participação no Campeonato Nacional de Juniores: o clube levou uma equipa de juvenis para participar na estafeta júnior de 400 m. A equipa foi desqualificada no 3º percurso, dada a ansiedade e a vontade de correr por parte de um dos atletas.

“O Clube importa-se com o bem de estar de todos os nossos atletas, desde os jovens até aos mais veteranos”

Papel importante do clube na região

Maratona Vila Chã 3A terminar, Jacinto Correia referiu alguns aspetos que considera importantes. “O Clube importa-se com o bem de estar de todos os nossos atletas, desde os jovens até aos mais veteranos. Todos os anos, o clube premeia: os jovens atletas que demonstram um bom desempenho escolar; o atleta que demonstrou mais esforço nessa época; o atleta que tem vindo a desempenhar um bom trabalho ao longo de várias épocas; e todos aqueles que de alguma forma ajudam o clube na sua luta diária”.

Ainda na sequência, acrescentou: “Este clube funciona muitas vezes como primeiro contacto com o desporto para os atletas jovens e não jovens, orientando muitas vezes pessoas que apenas correm sem a competição em mente, apenas num ato de bem-estar pessoal. Muitos destes atletas, após este primeiro contacto, nunca abandonam o atletismo”.

A terminar, Jacinto Correia falou da existência de um blogue e de uma página no facebook onde são divulgados os resultados do clube e a promoção feita do atletismo regional e nacional, “bem como o associativismo e a amizade entre associações/clubes para que o futuro do desporto seja brilhante”.

 

Deixar Resposta