Maratona de Bruxelas finalmente com prémios iguais nos dois sexos

0
1999

Era uma das poucas maratonas que premiavam mais os homens do que as mulheres

Os organizadores da Maratona de Bruxelas decidiram finalmente igualar os prémios económicos dos dois sexos na prova disputada no passado domingo. Esta decisão deveu-se à pressão exercida por vários políticos belgas que denunciaram publicamente que o prémio masculino era mais de três vezes superior ao das mulheres.

Uma das personalidades públicas que mais denunciou a situação foi a Secretária de Estado de Bruxelas para a Igualdade de Oportunidades, Bianca Debaets, que em imagens divulgadas no Twitter, mostrava o vencedor masculino com um cheque de mil euros enquanto a vencedora feminina tinha um no valor de 300 euros, o mesmo valor do terceiro masculino.

A agência de comunicação da prova justificou a diferença dos prémios com a presença de atletas profissionais em masculinos, algo que não acontecia na parte feminina. Uma defesa lamentável já que a própria Organização afirmou que apenas se consegue a participação de atletas de elite com bons prémios económicos.

É esperado assim que em 2018 se mantenha o sistema igualitário de prémios com a melhoria do nível atlético em ambos os sexos.

Deixar Resposta