Marroquino e francesa vencem primeira Maratona das Areias na América

0
69

A Maratona das Areias no Perú é considerada a corrida mais perigosa do mundo

A primeira Maratona das Areias no Peru é considerada a corrida mais perigosa do mundo por causa do implacável clima desértico, tempestades de areia e desníveis de até 300 metros. Cerca de 400 competidores percorreram 250 quilómetros entre as dunas de Nazca e Paracas, em seis etapas, de 28 de novembro a 4 de dezembro

O marroquino Rachid El Morabity e a francesa Bathalie Mauclair venceram a dura prova. El Morabity venceu em 21h35m55s, seguido do peruano Aldo Ramirez em 23h59m56s e do francês Erik Clavery em 23h50m45s.

maratona areias 2Ao cortar a meta, o marroquino assegurou estar muito feliz pelo triunfo e comentou que o deserto peruano não é como o do seu país mas que é bonito. “Espero que possa voltar ao Perú no próximo ano. Passei uma semana muito boa com os meus amigos. Estas corridas permitem-me conhecer novos países e gente nova”, acrescentou El Morabity.

Bathalie Mauclair que foi sétima na classificação geral, venceu em senhoras ao demorar 25h55m26s. Seguiram-na a sua compatriota Melanie Rousset com 29h29m59s e a peruana Rocio Carrión com 32h17m16s.

Após cruzar a meta, Mauclair afirmou estar muito orgulhosa pelo triunfo obtido e disse estar certa outras edições se hão-de seguir a esta primeira na América da Maratona das Areias.

A prova desenrolou-se através de uma orografia que varia entre dunas altas e terrenos secos e pedregosos.

maratona areias 1Os participantes tiveram a assistência de 40 médicos e enfermeiros, para além de dois helicópteros e de um centro de coordenação e rastreio para resgatá-los em caso de desorientação ou emergência.

 

Deixar Resposta