Meeting de Lisboa trouxe (finalmente!) atletismo a sério

0
119

(Foto de arquivo)

A decisão de juntar os melhores atletas nacionais numa mesma pista e a possibilidade (aberta precisamente nesse dia) de colocar os corredores juntos nas provas de velocidade (sem pistas em “branco”) e meio-fundo (todos na pista 1, sem necessidade de contra-relógios) fez com que (finalmente!) houvesse atletismo a sério este sábado, no Estádio Universitário de Lisboa, algo que, infelizmente, não irá ocorrer no próximo fim-de-semana, nuns Campeonatos de Portugal distribuídos por quatro pistas.

Apesar das dificuldades de treino dos últimos meses e da escassez de provas anteriores, houve já alguns resultados de relevo (oito melhores marcas nacionais do ano) e alguns bons despiques.

Destaque especial para Evelise Veiga que, no derradeiro ensaio do comprimento (inicialmente dado como nulo!), conseguiu um recorde pessoal de 6,64 (mais três centímetros que antes), marca que reforça a sua posição de segunda de sempre, a seguir a Naide Gomes. Derrotou a espanhola Juliet Itaya (6,50) e Patrícia Mamona (6,22), numa prova com sete atletas (quatro portuguesas) a seis metros ou mais.

Excelentes os lançamentos. Tsanko Arnaudov igualou o seu melhor desta época (tinha 20,73 em pista coberta) e teve outro lançamento a 20,60; Auriol Dongmo obteve a segunda marca da sua carreira (18,92), não muito distante do seu recorde nacional de 19,27; Eliana Bandeira, com 17,36, ficou a escassos 3 cm do seu recorde pessoal (em pista coberta); Leandro Ramos voltou a aproximar-se do seu recorde nacional do dardo (77,52), com 76,62, a 10 cm do seu melhor desta época; Irina Rodrigues voltou a passar (bem) dos 60 metros no disco, com 62,05, numa prova na qual Liliana Cá, com 60,54, se aproximou do seu recorde pessoal (61,02); finalmente, grande despique no disco, com Edujose Lima (56,05) a suplantar Emanuel Sousa (55,99 e 55,94) por centímetros.

A sensação da tarde foi o jovem (sub’23) Dorian Keletele (ainda congolês) que, correndo da série secundária de 100 metros, conseguiu um recorde pessoal de 10,46 (tinha 10,62) e fez melhor que o vencedor da série principal, Frederico Curvelo (10,54). Este foi o vencedor dos 200 metros, com 21,29, a um centésimo do seu recorde pessoal, novamente com José Pedro Lopes como segundo (10,55 nos 100 m e 21,40 nos 200 m).

Muito bom recorde pessoal para Isaac Nader, segundo (a seguir ao espanhol Ignacio Fontes) nos 800 metros, com 1.47,93, contra 1.49,26 na época passada e 1.48,05 há uma semana. Nos obstáculos, André Pereira conseguiu 8.43,55, não muito distante do seu melhor de 8.38,69. E, num bom despique em 400 metros, João Coelho (47,50) derrotou os teoricamente favoritos Vítor Ricardo Santos (47,91) e Raidel Acea (49,11), ainda longe da forma.

Bom despique nos 100 metros femininos, com a cubana do Benfica Arialis Martinez (11,43) a derrotar Lorène Bazolo (11,49). Esta ganharia depois os 200 metros com 23,80. Melhores marcas da época ainda para Cátia Azevedo (53,04), nos 400 m, e Olímpia Barbosa (13,97) e Vera Barbosa (58,45), nas barreiras. E, no setor masculino, para João Oliveira (14,00), que derrotou Rasul Dabo (14,31) nos 110 m barreiras. Boa marca ainda para Anabela Neto, que passou 1,80 na altura.

Referência ainda para Inês Custódio, que bateu o recorde nacional de iniciadas do dardo, com 43,71, mais 14 cm que a marca recorde que batera horas antes, no Nacional de Juvenis! Nas provas de cadeira de rodas, triunfos folgados do jovem Mamudu Baldé, com 16,26 e 31,03.

Em suma: uma excelente jornada de atletismo… a sério!

Eis os vencedores:

MASCULINOS:
100 m – Dorian Keletele (SCP) 10,46 (+0,7)
200 m – Frederico Curvelo (SLB) 21,29 (+0,7)
400 m – João Coelho (SLB) 47,50
800 m – Ignacio Fontes (Esp) 1.47,86
2º Isaac Nader (SLB) 1.47,93
1500 m – Miguel Moreira (SCP) 3.47,22
3000 ob. – Sebastian Martos (Esp) 8.40,70
 2º André Pereira (SLB) 8.43,55
110 bar. – João Oliveira (SLB) 14,00 (+1,2)
400 bar. – Lucírio Garrido (SLB) 51,70
Altura – Gerson Baldé (SLB) 2,14
Vara – Diogo Ferreira (SLB) 5,10
Comp. – Daniel Solis (Esp) 7,27 (+2,9/7,19 +1,2)
2º Edgar Campre (SLB) 7,27 (+2,2/7,16 +1,0)
Peso – Tsanko Arnaudov (SLB) 20,73
Disco – Edujose Lima (SCP) 56,05
Dardo – Leandro Ramos (SLB) 76,62
FEMININOS:
100 m – Arialis Martinez (SLB) 11,43
200 m – Lorène Bazolo (SCP) 23,80 (+0,8)
400 m – Cátia Azevedo (SCP) 53,04
1500 m – Marta Pen (SLB) 4.15,57
100 bar. – Maria Vicente (Esp) 13,60 (+0,3)
  2ª Olímpia Barbosa (SCP) 13,97
400 bar. – Vera Barbosa (SCP) 58,45
Altura – Anabela Neto (SCP) 1,80
Vara – Marta Onofre (SCP) 4,00
Comp. – Evelise Veiga (SCP) 6,64 (+1,4)
Peso – Auriol Dongmo (SCP) 18,92
Disco – Irina Rodrigues (SCP) 62,05
Dardo – Lídia Parada (Esp) 51,70
2ª Marlene Araújo (SCB) 43,56

Deixar Resposta