Método Run Walk Run e o retorno aos treinos

0
625

São muitas as razões que podem forçar um corredor a interromper os treinos. Seja qual for o motivo, a retoma do exercício precisa de ser efetuada com cautela.

Entre as possíveis causas para ter parado de correr, as lesões são a mais preocupante. Isso porque acabam afetando aspetos psicológicos, além do físico.

Ganho de peso e falta de motivação podem vir como acréscimo com um quadro de lesão. Se não for abordado com orientação específica, o problema pode agravar-se e a recuperação ser mais demorada. Isso quando não se torna um ciclo vicioso: o corredor volta a treinar-se antes do tempo devido, volta a lesionar-se e precisa novamente de parar.

O retorno de uma lesão deve ser conduzido com seriedade e auxílio de profissionais especializados, como médico, fisioterapeuta e treinador, se tiver. O corredor lesionado pode procurar outra atividade para se manter ativo na recuperação, mesmo que a modalidade não tenha a ver com a corrida. Tal, ajuda a manter-se saudável, física e psicologicamente.

Existe ainda outro perigo: muitos casos de lesão em regiões da perna (joelho, quadríceps e tornozelo, por exemplo) não ocorrem em treinos de corrida, mas noutras atividades, como no futebol com os amigos, numa volta de skate ou até numa caminhada.

Ou seja, é preciso cuidar-se mesmo quando não está a correr e ficar atento aos sinais do corpo. Ignorar desconfortos leves e achar que está tudo bem, pode ser uma armadilha.

Retorno seguro

Contar com a ajuda de profissionais habilitados, é importante nesse momento e vai diminuir o risco de sofrer novas lesões devido ao ajuste errado de volume, intensidade e tipo de treino, por exemplo.

O maior problema é que existem corredores que pensam que podem voltar de imediato à corrida no mesmo ponto onde estavam antes da lesão. Tal não tem em consideração todo o tempo em que o corredor esteve parado e o retrocesso que o corpo teve nessa fase.

A boa orientação vai fortalecer musculaturas que perderam condicionamento e, com isso, reduzir o perigo de novas lesões. Dessa maneira, o corredor pode retornar até melhor do que quando parou.

O método Run Walk Run

A técnica de alternar períodos de caminhada e corrida é uma aliada no processo de reabilitação após uma paragem por causa de uma lesão. É uma forma de voltar aos treinos de forma gradual e com menos impacto para o corpo.

Outro benefício é o método permitir ao corredor ficar fisicamente ativo todos os dias, diminuindo assim o risco de outras lesões.

Há ainda mais aspetos importantes da rotina. O descanso é importante. O incremento de frequência e volume de treinos deve ser feito aos poucos e estar alinhado com uma ingestão calórica adequada, para garantir energia suficiente para o organismo.

O método Run Walk Run é ótimo para os corredores que precisam de preservar o corpo e voltar aos treinos com uma carga reduzida.

Deixar Resposta