Miguel Ribeiro e Mónica Silva vencem Corrida Dia do Pai

0
2189

(Foto da Organização)

Por razões de calendário, o Dia do Pai teve direito à sua corrida na véspera em que é comemorado. Foi a 15ª corrida disputada no Porto que reuniu o apreciável número de 3.603 atletas, apenas menos 11 que no ano passado mas muito longe dos 4.915 chegados em 2014.

Miguel Ribeiro (Olímpico Vianense) impôs-se nos dez quilómetros do percurso e venceu pela primeira vez a prova no tempo de 30.11. Os restantes lugares do pódio foram ocupados por Ricardo Pereira (ACD Jardim da Serra) a 41 segundos e Bruno Silva (Águias de Alvelos) a 52.

Em femininos, Mónica Silva (Indiv.) repetiu o triunfo obtido em 2011 ao vencer isolada em 35.20. Seguiram-se-lhe Sónia Ferreira (UD de Várzea) a 41 segundos e a polaca Justyna Wojcik (ACD S. João da Serra) a 58. Curiosamente, a 4ª classificada foi outra Mónica Silva, em representação do Vitória SC. Raquel Cunha foi a última com 1.39.58. Dos 3.603 agora chegados, tivemos 782 do sexo feminino (21,7%). Realizou-se ainda uma Caminhada na distância de 6 km.

Foram distribuídos 1.500 euros em vales de compras, com os vencedores a receberam cada um, 250 euros.

Live Tracking

A Organização possibilitou a quem o quis, a possibilidade de gravar o nome da medalha por cinco euros e ainda o serviço gratuito do Live Tracking na prova de 10 km que permitiu fazer o acompanhamento em tempo real dos atletas. Para tal, bastava pesquisar pelo número do dorsal ou nome do participante, podendo então localizar-se a progressão de um atleta, familiar ou amigo ao longo do percurso, permitindo ainda a partilha automática da evolução do participante nas redes sociais (facebook e twitter).

Origem do Dia do Pai

A celebração da data varia de país para país. Além de Portugal, também celebram o Dia do Pai no dia 19 de Março países como a Espanha, a Itália, Andorra, Bolívia, Honduras e Liechstenstein.

Existem duas histórias sobre a origem do Dia do Pai: A primeira diz-nos que terá tido origem nos Estados Unidos, em 1909. Sonora Luise, filha de um militar, resolveu criar o Dia dos Pais motivada pela admiração que sentia pelo seu pai, William Jackson Smart. A festa foi ficando conhecida em todo o país e em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o Dia dos Pais.

A segunda diz-nos que na Babilónia, em 2000 A.C. um jovem rapaz de nome Elmesu escreveu numa placa de argila, uma mensagem para o seu pai, desejando-lhe saúde, felicidade e muitos anos de vida.

RESULTADOS 15ª CORRIDA DIA DO PAI/PORTO (18/03)

Masculinos

1º Miguel Ribeiro (Olímpico Vianense) 30.11, 2º Ricardo Pereira (ACD Jardim da Serra) 30.52; 3º Bruno Silva (Águias de Alvelos) 31.03; 4º Nuno Fernandes (Esc. Atletismo Rosa Oliveira) 32.25; 5º Tiago Antunes (UD Várzea) 32.27; 6º José Pires (Soc. Recreio Cepanense) 32.52; 7º André Silva (Águias de Alvelos) 33.09; 8º Leandro Martins (Esc. Atletismo Rosa Oliveira) 33.11; 9º Luís Pereira (Águias de Alvelos) 34.00; 10º Rui Fernandes (Esc. Atletismo Rosa Oliveira) 34.21

Femininos

1ª Mónica Silva (Indiv.) 35.20; 2ª Sónia Ferreira (UD Várzea) 36.01; 3ª Justyna Wojcik (ACD S. João da Serra) 36.18; 4ª Mónica Silva (Vitória SC) 37.44; 5ª Andreia Cunha (Indiv.) 37.59; 6ª Helena Alves (UD Várzea) 38.26; 7ª Carla Faria (Boavista FC) 40.38; 8ª Hortense Tenda (Centro Atletismo do Porto) 40.42; 9ª Daniela Gregório (Maia AC) 41.07; 10ª Ana Moreira (Indiv.) 43.03

Deixar Resposta