Mike Powell critica hipótese de redefinição de recordes mundiais

0
2928

A IAAF decidiu retirar os recordes que correspondam a um período anterior a 2005, devido aos diversos escândalos recentes por conta de doping envolvendo alguns dos atletas responsáveis pelas marcas. A decisão da entidade, no entanto, foi fortemente reprovada por quem detém recordes que garantem não terem sido alcançados devido a influência de substãncias ilícitas no corpo. É o caso de Mike Powell, dono de recorde do salto em comprimento que será um dos retirados.

Para Powell, que irá lutar judicialmente para manter a sua marca, a tentativa da IAAF de consertar recordes manchados por interferência de doping não pode reescrever a história de marcas conseguidos com esforço e dedicação, o que avisa ser o seu caso.

“Já contatei meu advogado. Existem recordes por aí que são de facto questionáveis, posso perceber isso, mas o meu é genuíno. É uma história de coração humano e coragem, um dos maiores momentos da história do desporto. Eles estariam destruindo muitas coisas com essa decisão, sem mesmo pensar nela. É errado. Independentemente do que acontecer, eu irei lutar”, disse o atleta.

Powell é detentor do melhor desempenho da história no salto em comprimento, graças a marca de 8,94 metros alcançados em Agosto de 1991 e jamais igualada ou ultrapassada desde então.

Deixar Resposta