Mulheres sofrem mais com pressão arterial elevada

0
838

As mulheres preocupam-se mais com a saúde do que os homens. Mas, mesmo com todos os cuidados, quando ficam mais velhas, sentem com mais intensidade os problemas causados pela pressão arterial elevada que, geralmente, é uma das causas da

menopausa. Além da idade, o stresse, o sedentarismo, o excesso de sal e o consumo de comida industrializada, são fatores de risco para a doença e prejudiciais à saúde.

De acordo com estudos já efetuados, o diagnóstico e a ocorrência de pressão elevada, é praticamente igual entre homens e mulheres até aos 50 anos, quando a partir daí, passa a ser mais comum entre as mulheres.

Um estudo realizado pela Universidade Wake Forest, encontrou indícios de que a hipertensão é causada por fatores diferentes entre homens e mulheres.

Um facto muito curioso, notado nos Estados Unidos, motivou a pesquisa. Cientistas observaram que apesar de ter havido uma redução significativa na mortalidade por doenças cardiovasculares nos homens nas últimas duas a três décadas, a estatística não se repetiu entre as mulheres. Considerando que pacientes de ambos os sexos recebem o mesmo tipo de tratamento médico, os cientistas começaram a suspeitar que algo não estaria favorecendo a saúde feminina.

Carlos Ferrario, principal autor do estudo, destacou: “Este estudo demonstra, pela primeira vez, diferenças significativas em mecanismos hemodinâmicos e hormonais responsáveis pelo aumento da pressão arterial em homens e mulheres”.

Deixar Resposta