Nike suspendeu patrocínio a atletas grávidas

0
974

A britânica Joanne Pavey, antiga campeã europeia e medalhada mundial nos 10 mil metros, declarou ontem que a Nike, seu sponsor, tinha suspendido os seus pagamentos quando ela se encontrava grávida do seu primeiro filho em 2009.

Joanne Pavey não é a primeira atleta a revelar este tipo de atitude por parte da marca norte-americana. Alguns dias antes, a norte-americana Alysia Johnson-Montano, que correu até ao oitavo mês de gravidez, havia-se queixado do mesmo comportamento da Nike.

“Como é prática corrente no nosso setor, os nossos acordos incluem reduções de pagamento baseados sobre a performance”, respondeu a Nike. Mas a empresa norte-americana declarou também ter alterado a sua política em matéria de patrocínios no ano passado, de modo a que nenhuma atleta seja “penalizada financeiramente por uma gravidez”.

Deixar Resposta