Nuno Morais é 21º nos 250 km do Atacama Crossing

0
42

O português Nuno Martins foi 21º na dura prova da Atacama Crossing, prova disputada no deserto de Atacama, Chile. Este deserto é considerado o mais árido do mundo. Durante sete dias, atletas de mais de 40 países percorreram os 250 quilómetros da 13ª edição da Atacama Crossing.

Após uma semana de prova, onde cada competidor tem de levar consigo tudo o que necessita (comida, kit de primeiros socorros e vários itens de sobrevivência, como uma bússola, lanterna ou saco de dormir), os atletas chegaram a San Pedro de Atacama.

Na competição masculina Zandy Mangold, dos Estados Unidos, venceu com o tempo de 28h52m05s, seguido do belga Danny Switzynck com 30h35m18s e do britânico Ben Fox com 30h41m57s. Nuno Martins, de 49 anos, terminou a prova em 42h15m29s.

Em femininos, a vencedora foi a alemã Angela Zaeh em 31h09m14s. Seguiram-se-lhe a libanesa Kathia Rached em 34h07m43s e a italiana Ita Marzotto em 39h06m51s.

 

 

 

 

Deixar Resposta