Oito dúvidas da mulher sobre a corrida. Verdade ou falso?

0
875

Muitos são os benefícios da corrida, como fortalecer o coração e prevenir doenças como diabetes e hipertensão. Mas algumas dúvidas ainda podem surgir nas mulheres que estão agora a iniciar-se no desporto.

Eis algumas dúvidas esclarecidas. Convém lembrar que antes de iniciar os treinos, o ideal é fazer-se uma avaliação médica.

  • 1 – Correr acelera o envelhecimento? Parcialmente verdade
    A saúde do organismo melhora muito após iniciar a prática desportiva, o sistema cárdio circulatório rejuvenesce e ainda ocorre a diminuição da frequência cardíaca em repouso (o seu coração esforça-se menos para circular o sangue). Entretanto, a pele sofre bastante com a elevada produção de radicais livres e a exposição ao sol durante a atividade física. Por isso, pode ficar flácida. Para retardar a ação dos radicais livres, pode aposte em suplementos ou alimentos ricos em antioxidantes, como frutas vermelhas e vegetais.
  • 2 – As mulheres lesionam-se mais do que os homens?Verdade
    A estrutura óssea do quadril feminino é mais larga, formando uma angulação maior com a patela, um osso do joelho. Isso proporciona alterações angulares do quadril ao pé e, consequentemente, faz com que as mulheres estejam mais suscetíveis a lesões. Por isso, é muito importante estar sempre atenta e respeitar os sinais do seu corpo.
  • 3 – Mulheres grávidas podem praticar a corrida?Verdade
    Se essas mulheres já treinam, podem continuar a praticar a modalidade sem problemas na gestação. Mas devem passar pela avaliação de um médico de medicina desportiva e por um obstetra. Os treinos de corrida sofrem adaptações em cada etapa da gravidez, conforme o tipo de gestação e se há risco de surgir complicações obstétricas ao longo do caminho. A avaliação do especialista é imprescindível para a segurança da mãe e do bebé.
  • 4 – Acaba com a celulite? Parcialmente verdade
    Muito comum no rabo e nas pernas das mulheres, a celulite consiste na alteração da pele devido ao acumular de gordura, água e toxinas nas células. A corrida, por ser um exercício aeróbio, pode contribuir para o aumento da circulação sanguínea na região e, mesmo que indiretamente, melhorar a celulite. Mas não basta só a atividade física para acabar com a celulite. É preciso seguir uma alimentação adequada e hidratar muito bem o organismo.
  • 5 – A corrida provoca varizes? Mito
    A corrida evita problemas circulatórios de estase, que são aqueles em que o sangue fica parado ou mais lento dentro dos vasos. Como a modalidade aumenta a frequência cardíaca, o sangue corre mais rápido nos vasos e isso evita a formação de varizes. O impacto dos pés no chão não é suficiente para formar varizes. O que pode ocorrer é a rutura de pequenos vasos superficiais, que podem ficar mais aparentes, dando um aspeto de rendilhado abaixo da pele.
  • 6 – O exercício pode minimizar os sintomas da TPM (Tensão Pré Menstrual)? Verdade
    Algumas substâncias que são libertadas durante a corrida (como a endorfina) melhoram o humor, a autoestima e até quadros de cólica leve. Portanto, o treino pode ser uma boa alternativa no período pré e menstrual. Neste período, a corrida pode ser praticada sem problema algum, pois não piora cólicas e sangramento.
  • 7 – Correr estimula a libido? Verdade
    A corrida equilibra o organismo e ajuda na manutenção do nível saudável de diversos hormónios, incluindo os sexuais. Além disso, eleva endorfinas, neurotransmissores e autoestima.  Isso contribui para que a libido melhore ou se mantenha mesmo com o avançar da idade.
  • 8 – A corrida faz o rabo e os peitos caírem? Verdade
  • Os seios e as nádegas podem sofrer com o impacto repetitivo do desporto. Por isso, é importante usar roupas com boa contenção e sustentação – tecidos com elástico, lycra e algodão. Muitas mulheres lembram-se de usar o top, que realmente segura os seios, porém, esquecem-se do calção de contenção. Tal é um erro se quiser evitar nádegas flácidas. Conclusão: mesmo com musculação, o rabo pode ficar mole.

Deixar Resposta