Peso: Teresa Machado nº 1, sucedendo a Adília Silvério

0
550

A história do lançamento do peso tem dois grandes nomes: Adília Silvério, entre 1967 e 1986 (durante 20 anos somou 19 internacionalizações e 19 títulos nacionais), e Teresa Machado, entre 1987 e 2004 (28 internacionalizações e 16 títulos nacionais). Esta foi a única olímpica no peso, em Atlanta’1996, tendo estado também no Europeu de Split’1990, enquanto Antónia Borges participou no de Barcelona’2010. Teresa Machado é a única (três vezes) acima dos 17 metros, com 17,26 como melhor em pista coberta e 17,18 como recorde de ar livre. Só duas décadas depois, em 2017, Jéssica Inchude se aproximou, com 16,90 em pista coberta, recorde nacional sub’23 (e 16,60 ao ar livre).

Muito antes, Adília Silvério dominou por completo o panorama nacional (em 20 anos só falhou um título nacional, quando engravidou), chegando a 16,20 como melhor, em 1976, e batendo numerosas vezes o recorde nacional. Para além das duas principais atletas e de Jéssica Inchude, um outro nome merece referência: Antónia Borges, que chegou aos 16,25 em 2010, sendo atualmente a terceira de sempre.

A lista de recordes foi dominada por três nomes, as únicas recordistas em mais de 50 anos (desde 1954). Lídia Faria, pela primeira vez recordista com 9,92 em 1962, foi a primeira a passar os 10 e os 11 metros, fixando o recorde em 11,46 em 1967, somando 10 recordes. Teve uma única interferência, de Ana Maria Gomes em 1964 (10,45). A Lídia Faria sucedeu Adília Silvério, com 16 recordes entre 11,92 em 1969 e 16,20 em 1976 (uma progressão relativamente ao recorde anterior de quase cinco metros!). Finalmente surgiu Teresa Machado, com 10 recordes entre 16,23 em 1990 e 17,18 em 1996. As três (Lídia, Adília e Teresa) somaram 36 recordes e mais de sete metros…

teresa_machadoTeresa Machado é a recordista desde júnior, mas nos campeonatos internacionais dos escalões jovens não houve quem se salientasse especialmente. No FOJE houve três portuguesas nos oito primeiros lugares mas, destas, apenas Sónia Grácio (6ª em 1991) se salientou depois enquanto sénior: 15,32 como melhor, em 1999.

RECORDES NACIONAIS  
Absolutos Teresa Machado Sporting CP 17,18 1996  
Sub’23 Jéssica Inchude Sporting CP 16,90pc 2017  
Juniores Teresa Machado Sporting CP 15,54 1988  
Juvenis (3 kg) Isabel Ribeiro SC Braga 15,76 2005  
Iniciados (3 kg) Sónia Grácio Sp. Figueirense 14,19 1989  
Infantis (2 kg) Patrícia Martins Sporting CP 15,74 1991  
AS + CAMPEÃS DE PORTUGAL  
Adília Silvério 19 (1967-1986)  
Teresa Machado 16 (1988-2004)  
Lídia Faria 5 (1961-1966)  
Antónia Borges 5 (2005-2010)  
AS + INTERNACIONAIS  
Teresa Machado 28 (1987-2004)  
Adília Silvério 19 (1967-1986)  
Antónia Borges 12 (2005-2011)  
RECORDES DOS CAMPEONATOS NACIONAIS  
Absolutos Teresa Machado Sporting CP 16,56 1996  
Sub’23 Teresa Machado Sporting CP 16,16 1991  
Juniores Teresa Machado Sporting CP 15,49 1988  
Juvenis (3 kg) Carla Almeida FC Porto 15,54 2002  
PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES NAS GRANDES COMPETIÇÕES
JO 1 23ª Teresa Machado 15,91 Atlanta 1996
CM
CE 2 13ª Teresa Machado Split 1990
16ª Antónia Borges 16,08 Barcelona 2010
Nota: a seguir à competição (J. Olímpicos, C. Mundo, C. Europa), indica-se o número de atletas

portuguesas presentes no conjunto de todas as edições, as classificações no top’16 (JO. CM) ou

top’8 (CE), os melhores tempos nacionais na prova e os locais e anos dessas classificações.

PORTUGUESAS NA TAÇA DA EUROPA/EUROPEU DE SELEÇÕES  
Mais presenças:  
Teresa Machado 15 (1987-2004)  
Adília Silvério 9 (1973-1985)  
Antónia Borges 5 (2006-2011)  
Melhor marca: Teresa Machado 17,18 (1996)  
Melhores classificações:  
Na Superliga 11ª Antónia Borges 2009-2011  
Na I Liga 2ª Teresa Machado 1996  
PORTUGUESAS NOUTRAS COMPETIÇÕES  
FOJE (Festival Olímpico da Juventude Europeia)  
Cristiana Oliveira 2001  
Sónia Grácio 1991  
Catarina Ferreira 1999  

A seguir: disco

(Este artigo ficará igualmente arquivado no site www.atletismo-estatistica.pt)

 

Deixar Resposta