Piratas informáticos terão manipulado dados dos atletas

0
2193

A Agência Mundial Antidopagem (AMA) disse que o grupo de piratas informáticos que entrou ilegalmente no seu sistema informático, alterou os registos de alguns dos mais de 100 atletas de topo cujos dados confidenciais foram tornados públicos.

O ataque informático, que levou o ministro russo dos Desportos, Vitaly Mutko, a negar qualquer envolvimento do seu governo, terá sido feito através de uma conta do Comité Olímpico Internacional (COI), criada a propósito dos Jogos Rio2016.

O grupo acedeu a informação de desportistas, incluindo a dados médicos confidenciais, tais como isenções por uso terapêutico de medicamentos nos Jogos do Rio2016, autorizadas por federações internacionais e organizações nacionais antidopagem, de acordo com a AMA.

Da lista de nomes divulgada, constavam entre outros, as tenistas Serena e Venus Williams, a ginasta Simone Biles, os ciclistas Chris Froome ou Bradley Wiggins, a nadadora espanhola, Mireia Belmonte.

Após compilar dados, a AMA disse não ter dúvidas de que os ataques constituem uma forma de retaliação contra a agência e o sistema antidopagem mundial devido ao relatório McLaren, divulgado a 18 de julho, que revelou a existência de um esquema de ‘doping’ patrocinado por Moscovo.

 

Deixar Resposta