Porto ganhou Olímpico Jovem… fraco

0
432

Pela terceira vez em 36 edições, a seleção do Porto saiu vencedora do Olímpico Jovem, cuja fase final voltou a realizar-se em Braga, desta vez sem vento mas com resultados modestos: comparando os vencedores com os do ano passado, apenas 15 fizeram agora melhor marca, contra 26 que fizeram pior (devido aos ventos, não são possíveis duas comparações). Registou-se um recorde nacional – a iniciada Beatriz Rios voltou a bater o dos 1500 m obstáculos – e mais dois recordes do Olímpico Jovem, através da juvenil Beatriz Andrade nos 100 e 300 metros.

Mas vejamos quem mais se distinguiu nos quatro escalões.

Juvenis (M): Tomás Gonçalves (AA Ch. Caparica)

O atleta da seleção de Setúbal repetiu as vitórias nos 100 e 300 m, neste caso com a melhor marca juvenil do ano (34,98), embora inferior aquela que conseguiu em 2017 (34,87). Melhores marcas juvenis do ano ainda para Diogo Oliveira (Grecas), que passou 1,97 na altura, e Tomás Coelho (Quintajense FC), que lançou o disco/1,5 kg a 47,27.

Juvenis (F): Beatriz Andrade (SCU Torreense)

A atleta da seleção lisboeta ganhou, destacada, os 100 e 300 m, neste caso com recordes do Olímpico Jovem (11,96 e 39,45), os quais pertenciam a Marisa Carvalho (12,03 em 2015) e Neuza Reis (39,55 em 2012), respetivamente. Ela já tem melhor nos 100 m (11,82) e conseguiu a melhor marca juvenil do ano nos 300 m. Também conseguiram melhores marcas juvenis do ano Bárbara Neiva (Almada Fig.), com 6.59,55 nos 2000 m obstáculos (tem 6.58,95 em 2017); Sara Moreira (C+S Lavra), com 14,23 nos 100 m barreiras; e Catarina Santos (Sporting CP), com 25.51,45 nos 5000 m marcha.

Iniciados: David Pereira (CA Marinha Grande)

Repetiu a vitória do ano passado no peso/4 kg, agora com 15,18 e mais de dois metros de vantagem sobre o segundo. Também obtiveram melhores marcas nacionais do ano André Graça (Grecas) nos 1000 m (2.41,16); Samuel Viana (Ol. Vianense) nos 100 m barreiras (14,03); Ruben Abreu (GD Estreito) no dardo/600 g (40,72); e a seleção de Braga nos 4×80 m (36,62).

Iniciadas: Beatriz Rios (Am. Montanha)

A atleta do Amigos da Montanha já havia batido o recorde nacional de iniciadas de 1500 m obstáculos no mês passado, com 4.58,20. Melhorou agora para 4.54,56, ganhando com mais de 16 segundos de vantagem! A equipa de 4×80 m de Lisboa obteve a melhor marca nacional do ano (40,44).

Subidas e descidas coletivas

Foi apenas a terceira vitória do Porto no Olímpico Jovem, depois das de 1984 e 1992. E desde 2005 foi quatro vezes segundo. Lisboa, que foi vítima da desclassificação da equipa juvenil masculina de 4×100 m, voltou ao 2º lugar depois de quatro vitórias, posição que conseguiu pela sexta vez desde 1992 e é a sua pior classificação. Leiria regressou ao pódio quatro anos depois e Setúbal desceu para quarto.

Subidas a assinalar:

– 3º Leiria: Ganhou três vezes entre 2007 e 2013 e andou oito anos no pódio até 2014. Regressou agora.

– 5º Algarve: a melhor posição desde 2003, quando foi quinto;

– 6º Braga: igualou a melhor posição desde o 2º lugar em 1996, com nítida subida face ao 12º posto de 2016 e ao 10º de 2017;

– 7º Madeira: a sua melhor posição de sempre, alcançada pela 5ª vez;

– 12º Viseu: igualou a posição de 2017 e que é a melhor desde que todas as associações participam (1986).

Descidas a assinalar:

– 8º Santarém: a pior posição desde o 10º lugar de 2002, igualando as posições de 2004 e 2005;

– 10º Aveiro: a pior posição de sempre (antes: 8º em 1991, 2015 e 2017);

– 17º Guarda: igualou as posições de 2016 e 2017, as piores de sempre.

Bragança voltou a ser última mas o grave é a escassez de pontos: apenas 26, contra 127,5 de Vila Real, penúltima classificada.

Outras curiosidades

– Repetiram as vitórias do ano passado os juvenis Tomás Gonçalves (100 e 200 m), Etson Barros (3000 m) e Rodrigo Agostinho (comprimento); o iniciado David Pereira (peso); e as iniciadas Beatriz Rios (1500 m obstáculos) e Elena Furk (altura).

-Estiveram presentes, competindo extra, alguns atletas de Macau, um dos quais ganhou a sua prova: o iniciado Tin Ka Chon no peso (15,24).

Vencedores

JUVENIS (M)

100 m (-0,3)           Tomás Gonçalves                SET           11,03

300 m                     Tomás Gonçalves                SET           34,98

800 m                     João Peixoto                       BRA       1.56,69

3000 m                   Etson Barros                      ALG        9.06,89

2000 obst.              Samuel Rios                       AVE        6.09,93

110 b. (-0,2)           Mamadu Jaló                     LIS           14,51

Altura                     Diogo Oliveira                    AVE            1,97

Comp.                    Rodrigo Agostinho              LEI             6,92

Peso/5 kg               Alex Linemburg                 MAD          14,29

Disco/1,5kg            Tomás Coelho                    SET           47,27

Dardo/700g            Moisés Faria                      MAD          51,71

5000 m M              João Bernardo                     CBr      23.27,61

4×100 m                 Leiria                                 LEI           44,31

JUVENIS (F)

100 m (-0,2)           Beatriz Andrade                  LIS           11,96

300 m                     Beatriz Andrade                  LIS           39,45

800 m                     Sofia Almeida                     AVE       2.16,14

3000 m                   Lia Lemos                          POR      10.36,97

2000 obst.              Bárbara Neiva                     SET        6.59,55

100 b (+0,3)           Sara Moreira                      POR           14,23

Altura                     Ana Leite                           POR             1,55

Comp.                    Sara Moreira                      POR             5,47

Peso/3kg                Débora Quaresma               SET           13,35

Disco/1kg               Eva Gonçalves                     AVE          37,18

Dardo/500g            Bárbara Bica                       POR           45,47

5000 m M              Catarina Santos                   LIS       25.51,45

4×100 m                 Braga                                BRA          48,61

INICIADOS (M)

80 m (-1,5)             Gabriel Maia                      BRA            9,71

1000 m                   André Graça                      AVE       2.41,16

1500 obst.              Jonathan Rosa                    LIS        4.31,30

100 b.                     Samuel Viana                   VCas          14,03

Altura                     Rodrigo Caetano                POR             1,70

Comp.                    Rodrigo Caetano                POR             6,14

Peso/4kg                David Pereira                      LEI           15,18

Dardo/600g            Ruben Abreu                      MAD          40,72

4×80 m                   Braga                                BRA          36,62

INICIADOS (F)

80 m (+0,3)            Lurdes Oliveira                   COI           10,42

1000 m                   Beatriz Pereira                    POR        3.01,10

1500 obst.              Beatriz Rios                         BRA       4.54,56

80 bar. (-0,3)          Ashley Nhunga                    LEI           12,24

Altura                     Elena Furk                          AÇO            1,58

Comp.                    Carolina Coutinho               POR             5,16

Peso/3kg                Letícia Lopes                        ALG          12,37

Dardo/500g            Sofia Barros                         ALG          30,89

4×80 m                   Lisboa                                LIS           40,44

Pontuação coletiva: 1º Porto, 684; 2º Lisboa, 677; 3º Leiria, 629; 4º Setúbal, 627,5; 5º Algarve, 584; 6º Braga, 579; 7º Madeira, 571,5; 8º Santarém, 548; 9º Coimbra, 528; 10º Aveiro, 524; 11º V. Castelo, 389,5; 12º Viseu, 351; 13º Açores, 335,5; 14º Castelo Branco, 331; 15º Évora, 239; 16º Beja, 228,5; 17º Guarda, 162; 18º Portalegre, 136; 19º Vila Real, 127,5; 10º Bragança, 26.

 

 

Deixar Resposta