Portugal bem desfalcado no Troféu Ibérico de 10000 metros

2
661

Dulce Félix e Salomé Rocha são as esperanças portuguesas de classificações honrosas no Troféu Ibérico de 10000 metros, prova que conta como Campeonato de Portugal (e também de Espanha) e que este sábado se realiza em Burjassot, perto de Valência. Portugal volta a apresentar-se muito desfalcado, em especial no setor masculino.

No ano passado, Sara Moreira, vencedora feminina, foi a única presença portuguesa nos dois pódios. Este ano, Dulce Félix e Salomé Rocha são as principais atletas nacionais, capazes de lutar pelo triunfo face à espanhola Trihas Gebre, já vencedora em 2016 e 2017. Susana Cunha e Ana Ferreira poderão completar a equipa nacional (a luta coletiva baseia-se na soma dos quatro melhores tempos de cada equipa).

No setor masculino, a Espanha apresentará os três primeiros da época passada, António Abadia (também vencedor em 2015 e 2016), Fernando Carro e Mohamed Ali Jelloul. Portugal, que no ano passado teve em Ricardo Dias o seu melhor elemento, mas apenas em 13º lugar, apresentará, entre outros, Bruno Albuquerque, António Pedro Rocha e Daniel Gregório. Estará também presente o queniano do Sporting, Davis Kiplangat.

As séries principais de 10000 m iniciar-se-ão às 18.30 horas portuguesas.

2 Comentários

Deixar Resposta