Qualificações para as grandes provas mundiais vão fazer-se por ranking

0
1759

Os Jogos Olímpicos e os Campeonatos do Mundo deixam de ser feitos com recurso a mínimos.

A IAAF anunciou uma revolução nos apuramentos para as grandes competições de atletismo, como os Jogos Olímpicos e os Campeonatos do Mundo. A partir de 2018, deixam de ser feitos com recurso a mínimos e passam a ser pelo posicionamento num ranking.

As primeiras provas com os novos moldes serão os Mundiais de 2019, em Doha, e os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio. O novo sistema é feito em parceria com a empresa Elite Ltd (All Athletics), detentora de uma vasta base de dados e pretende valorizar a participação dos atletas em diferentes meetings, com uma pontuação semelhante ao que é feito no ténis, por exemplo. Será feita uma hierarquização das competições que se já se realizam, desde campeonatos até aos meetings de um dia, provas de estrada e corta-mato. Desta forma, desaparece como regra, o sistema de acesso por marca, como até agora.

O sistema da pontuação só vai ser divulgado durante o primeiro trimestre de 2018. Só então serão conhecidos que pontos correspondem às marcas e classificações que venham a ser obtidas, bem como a hierarquização das provas.

Deixar Resposta