Sisínio Ambriz bate recorde nacional juvenil do heptatlo

2
325

O benfiquista Sisínio Ambriz bateu mais um recorde nacional, desta vez o de juvenis do heptatlo. Foi em Pombal, no decorrer do Campeonato Nacional de Provas Combinadas para juvenis e juniores. O atleta, ainda juvenil de 1º ano, somou 4993 pontos, mais 89 pontos que o anterior recorde de Manuel Dias (então no U. Tomar), em 2016. Ambriz ganhou cinco das sete provas do heptatlo, sendo segundo nas duas últimas. Fez os seguintes parciais: 60 m – 7,06; comprimento – 6,94; peso/5 kg – 11,92; altura – 1,90; 60 bar. – 8,17; vara – 3,20; 1000 m – 2.59,23. O segundo foi o madeirense Manuel Vieira (Água de Pena), com 4314 pontos, marca que o coloca como 8º juvenil de sempre.

Em bom plano esteve igualmente o júnior (de 1º ano) Guilherme Almeida (Esc. Movimento), com 4873 pontos no heptatlo, marca que o coloca como quarto júnior nacional de sempre. Parciais: 7,33-6,82-11,00-1,74-8,58-3,95-2.49,93. O segundo foi João Oliveira (N. Laranjeiro), igualmente ainda júnior em 2021, com 4613 pontos.

A açoriana Elena Furk (AC Mocidade) ganhou o pentatlo juvenil, com 3353 pontos e mais de 200 pontos de vantagem sobre a segunda, Carolina Coutinho (CF Oliv. Douro), que somou 3149 pontos. Parciais da vencedora: 60 bar. – 9,57; altura – 1,58; peso/3kg – 10,57; comp. – 5,09; 800 m – 2.29,72.

Mais fraco o pentatlo júnior, que Inês Pires (GCA Donas) ganhou igualmente com boa vantagem: 3214 pontos, contra 3021 de Carla Rodrigues (Benfica). Parciais da vencedora: 9,67-1,56-9,07-5,15-2.31,07.

2 Comentários

  1. Alguém sabe o motivo de em Portugal os juvenis fazerem o Heptatlo, quando na maioria dos países, fazem antes o Pentatlo?

    • Caro Luís,
      Aqui vai a resposta do Arons de Carvalho à sua pergunta:

      Creio ser lógico o heptatlo e não o pentatlo para os juvenis masc. pois ao ar livre fazem decatlo no Camp. Europa. E pelo menos em Espanha e França é também o heptatlo a prova combinada de juvenis em pista coberta.

Deixar Resposta