Sporting (M) e Benfica (F) dominam apuramento de clubes

0
265

Nada de muito relevante na jornada matinal do apuramento do Nacional de Clubes, distribuído por sete pistas e com a maioria dos vencedores a competirem longe dos locais onde as suas equipas atuaram maioritariamente. Com Benfica (masculinos) e Sporting (femininos) automaticamente apurados (e serão novamente largamente favoritos), foram as equipas masculina do Sporting (5 vitórias e 4 segundos lugares) e feminina do Benfica (3 vitórias e 2 segundos lugares) a dominar. A competição, que apura mais sete equipas para a I Divisão e 8 para a II Divisão, termina esta tarde.

Uma nota ainda para o excelente trabalho da Federação na divulgação em direto dos resultados das sete pistas, permitindo o acompanhamento prova a prova das marcas registadas.

Mas vejamos o que de mais relevante se verificou na jornada da manhã:

MASCULINOS:

100 metros: O Sporting não precisou de Carlos Nascimento para triunfar naturalmente, através do congolês Dorian Keletele, que obteve 10,62 em Lisboa (v:+0,5 m/s), contra 10,80 de Claudino Tavares (Campismo) na ventosa pista de Vagos (+4,2 m/s).

400 metros: Dois atletas sub’49 segundos: Ericsson Tavares (CA Seia), com 48,48 em Lisboa, derrotou o júnior são-tomense Omar Elkhatib (Sporting CP), com 48,63 em Vagos.

800 metros: Correndo na Madeira, Nuno Pereira (Sporting) fez de longe o melhor tempo, com 1.50,47, quase dois segundos e meio melhor que o atleta seguinte, João Peixoto (SC Braga), com 1.52,92.

3000 metros: Em Guimarães, Luís Saraiva (SC Braga) conseguiu a melhor marca, com 8.23,33, derrotando Miguel Marques (Sporting CP) que em Lisboa registou 8.27,45.

110 m barreiras: O vento foi decisivo. Em Vagos, com +4,1 m/s, Paulo Neto (J. Serra) conseguiu 14,37, menos um centésimo que o favorito Rasul Dabo (Sporting CP) em Lisboa, com vento regular (+1,2).

Vara: Vitória esperada do júnior João Pedro Buaró (GD Estreito), que passou 5,00 (e falhou 5,10) na Madeira. Recorde pessoal para o progressivo Carlos Pitra (Sporting CP), que conseguiu 4,90 e tentou depois 5,00.

Triplo: Tiago Pereira (Sporting CP) ficou a 9 cm do seu recorde pessoal, ao conseguir 16,51 em Lisboa (v:+1,6). Longe ficou Carlos Veiga (SC Braga), igualmente em Lisboa: 15,61 (v:+0,2).

Peso: Triunfo natural de Marco Fortes (Sporting CP), com 16,61, à frente de Daniel Santiago (J. Vidigalense), com 15,81.

Martelo: Larga superioridade de Ruben Antunes (Sporting CP), com 65,62, apesar do recorde pessoal de João Ferreira (CA Mazarefes), que chegou a 55,03.

FEMININOS:

100 metros: A cubana Arialis Martinez (SL Benfica) – mulher de Pablo Pichardo – obteve 11,57 (v:+0,8), contra 12,14 ventosos de Sara Seabra (Grecas) em Vagos (v:+3,3 m/s).

400 metros: Larga superioridade de Carina Pereira (SC Braga), com 57,20 em Lisboa, contra 59,01 do segundo melhor tempo, conseguido por Miriam Tavares (CS Marítimo), na Marinha Grande.

800 metros: Boa prova a de Lisboa, ganha por Camila Gomes (SL Benfica), com 2.10,60, à frente de Inês Borba (J. Serra), 2.12,35, e Carla Mendes (SC Braga), 2.12,69. Correndo muito só na Marinha Grande, Andreia Pingueiro (J. Vidigalense) viria a conseguir o segundo melhor tempo geral: 2.12,05.

3000 metros: Joana Soares (J. Serra) confirmou a sua boa forma, conseguindo 9.23,52 na Madeira, contra 9.34,84 de Susana Francisco (SC Braga) em Lisboa.

100 m barreiras: Grande equilíbrio mas vitória justa de Fatumata Baldé (SL Benfica), com 24,20 e vento regular (+1,4), em Lisboa, face aos 14,23 ventosos (+2,4) de Raquel Lourenço (J. Vidigalense), na Marinha Grande. Boa marca ainda de Catarina Queirós (GD Estreito), com 14,26 (v:+1,1), em Guimarães.

Altura: Concurso fraco, ganho por Ana Oliveira (GA Fátima), com 1,68, mas com as segundas 10 cm abaixo…

Comprimento: O primeiro lugar decidiu-se em Lisboa, entre Lucinda Gomes (GD Estreito), que conseguiu 6,09 (v:+1,5), e Teresa Carvalho (Benfica), que saltou 5,93 (+0,4). Terceira marca para Catarina Queirós (GD Estreito) em Guimarães: 5,76 (+0,9).

Disco: Vitória da júnior Eva Gonçalves (NA Cucujães), com 43,68, sobre Ivanilda Lopes (SL Benfica), com 41,29.

Dardo: Duas atletas acima de 40 metros, Marlene Araújo (SC Braga), com 45,35 em Lisboa, e Bárbara Bica (SL Benfica), com 41,37 em Vagos.

Deixar Resposta