Surto viral em hotel atinge pelo menos 30 atletas

0
2129

Com infeção alimentar, Makwala e outros 30 atletas não competirão no Mundial

Autoridades de saúde pública da Inglaterra divulgaram que testes de laboratório confirmaram dois casos de norovírus entre os atletas que apresentaram sintomas de gastroenterite

Depois de ficar de fora das eliminatórias dos 200m ao ser diagnosticado com uma gastroenterite, Isaac Makwala também não participou ontem na final dos 400 m do Mundial de Atletismo de Londres. Em comunicado oficial, a IAAF informou que a sua delegação médica não autorizou o atleta de Botswana correr devido às suas “condições médicas”.

Considerado a principal ameaça ao favoritismo do sul-africano Wayde Van Niekerk, Makwala liderou as eliminatórias (44,55s) e fez o quarto melhor tempo das meias-finais em 44,30. Em entrevista à BBC na manhã de ontem, o atleta disse que estava pronto para correr, mas segundo a publicação, ele foi retirado por ainda apresentar sintomas da doença.

Autoridades de saúde pública da Inglaterra divulgaram ontem que um surto viral atingiu pelo menos 30 atletas hospedados em um dos hotéis oficiais do Mundial e que testes de laboratório confirmaram pelo menos dois casos de norovírus. Apesar de ser pouco conhecido, este vírus transmitido por água e alimentos contaminados, afeta com frequência os adultos e está muito associado a surtos em locais confinados.

O hotel onde os atletas estão hospedados informou em comunicado que está trabalhando em colaboração com o EHO (autoridade de saúde ambiental) e com a IAAF para investigar as origens da doença e que pode confirmar que não foi a fonte.

– “Nós seguimos um rígido protocolo de higiene, garantindo que aqueles afetados não estejam em contato com outros hóspedes e todas as áreas públicas foram cuidadosamente higienizadas” – dizia o comunicado.

 

Deixar Resposta