Suspensa, Rússia diz que terá 19 atletas no Mundial de Atletismo

0
1955

A Rússia anunciou que planeia enviar 19 competidores para o Mundial de Atletismo em Londres, que começará em Londres no próximo dia 4, apesar de sua suspensão de competições internacionais por causa de um esquema de doping generalizado.

Os 19 atletas, três deles campeões mundiais, receberam autorização da IAAF após revisão dos seus antecedentes em exames antidoping.

Maria Lasitskene é grande favorita para manter o seu título no salto em altura, depois de uma temporada invicta na Diamond League. Nenhuma outra mulher registrou um salto acima de dois metros neste ano, enquanto ela conseguiu em 11 diferentes competições. Sergei Shubenkov lidera a delegação masculina russa e tentará ganhar o segundo título mundial nos 110 metros com barreiras.

A diretora da Federação Russa de Atletismo, Elena Orlova, disse que, além dos 19, a corredora dos 800 metros Yulia Stepanova, delatora do esquema de doping, também realizou o trâmite para participar do Mundial. Porém, a entidade disse que não teve contato com ela e acredita, por isso, que Stepanova não pretende disputar o Mundial.

Como são tratados oficialmente como “atletas neutros” sob as normas da IAAF, os russos não poderão vestir as cores nacionais e nem escutar o hino russo caso conquistem a medalha de ouro.

Um total de 38 russos receberam aval para participar de competições, mas muitos não cumpriram os requisitos exigidos para o Mundial. Outros 11 foram permitidos para eventos de juvenis, enquanto 106 solicitações foram recusadas.

A Rússia está suspensa desde Novembro de 2015, quando a primeira de uma série de investigações da Agência Mundial Antidoping revelou que o uso de substâncias proibidas e o seu encobrimento com apoio estatal, era comum na seleção.

 

Deixar Resposta