Uma só maratonista (Filomena Costa) no Europeu de Berlim

0
1738

Portugal apresentar-se-á apenas com um maratonista no Campeonato da Europa de Berlim, a realizar de 7 a 12 de agosto deste ano, o número mais baixo desde… 1974, quando não houve qualquer português na maratona masculina, a única que então se realizava. A escolha recaiu em Filomena Costa, atleta do Jardim da Serra que já esteve no Europeu de 2014 (foi 15ª), tendo ainda participado nos Mundiais de 2015 (12ª) e 2017 (28ª). Ficou de fora nos últimos Jogos Olímpicos, preterida por Jéssica Augusto, num processo que deu então bastante polémica.

Nas sete últimas edições dos Europeus (não considerando as dos anos olímpicos, nos quais a prova não se realiza), Portugal apresentou sempre um mínimo de cinco maratonistas (em 2002: quatro masculinos e um feminino), chegando a levar um total de nove nas edições de 2006 e 2010. Pela primeira vez desde 1974 não leva qualquer atleta masculino.

Na origem desta escassez está o facto de algumas atletas terem optado por outras distâncias e de não haver atletas masculinos com mínimos. Filomena Costa, que tem como recorde pessoal 2.28.00 em Sevilha’2015, esteve bem na Maratona do Porto, em finais de 2016 (3ª com 2.30.27), mas depois fez apenas 2.36.42 em Londres’2017 e, já este ano, desistiu em Sevilha e Hamburgo.

Entretanto, a Federação divulgou também a seleção dos marchadores de 50 km para o Europeu e não se registaram surpresas: Inês Henriques, João Vieira e Pedro Isidro. A restante seleção será divulgada no último dia de julho.

Deixar Resposta