Veteranos portugueses já conquistaram 11 medalhas no Mundial

0
320

Ao fim do quarto de 12 dias dia de provas e antes do descanso deste sábado, Portugal já conquistou 11 medalhas (três de ouro, quatro de prata e quatro de bronze) no Campeonato do Mundo de Veteranos que se está a realizar em Málaga (Espanha).

As medalhas de ouro foram conquistadas por Vânia Silva, recordista nacional do martelo, que está no escalão dos 35/39 anos e lançou a 56,72, ganhando com mais de cinco metros de vantagem; por Edivaldo Monteiro (M40 anos), que correu os 400 m barreiras em 54,63, deixando o segundo a 64 centésimos e o terceiro a quase três segundos; e Bernardino Pereira, um dos mais velhos participantes, vencedor do corta-mato do seu escalão (80/84 anos) com um minuto preciso de vantagem sobre o segundo. Das oito medalhas de prata e bronze, nada menos de quatro foram conseguidas nos 5000 m marcha e três no corta-mato, incluindo, neste caso, o triunfo coletivo no escalão de M45. A outra medalha foi conseguida por Susana Estriga (F40) nos 400 m barreiras (prata). Uma das medalhas de bronze foi conquistada pela mais velha (e mais medalhada) das atletas portuguesas, Joaquina Flores, no corta-mato.
O Mundial, que conta com a presença de mais de uma centena de portugueses (estavam inscritos 128, mas alguns – poucos – faltaram), prossegue este domingo, prolongando-se até dia 16, também domingo.

AS MEDALHAS PORTUGUESAS (4 primeiras jornadas)

Ouro (3):
Edivaldo Monteiro M40 400 bar. 54,63
Bernardino Pereira M80 corta-mato
Vânia Silva F35 martelo/4kg 56,72

Prata (4):
Davide Figueiredo M45 corta-mato
Seleção masculina M45 corta-mato
Alexandra Lamas F55 5000 m marcha 25.56,22
Orlete Mendes F65 5000 m marcha 30.49,39

Bronze (4):
Francisco Reis M55 5000 m marcha 23.40,21
Felicidade Rosa F35 5000 m marcha 27.58,65
Susana Estriga F40 400 bar. 64,52
Joaquina Flores F75 corta-mato

Deixar Resposta