Cuidado com os golpes de calor!

0
312

Um golpe de calor ocorre quando o nosso sistema de temperatura deixa de produzir suor. Tal faz com que num espaço de 10/15 minutos, a nossa temperatura corporal atinja os 39 graus, o que pode afetar a nossa atividade cerebral, ou levar à morte, caso não se aja depressa.

Para quem treine nos dias de calor, para além de estar atento ao que o termómetro marca a cada dia, há que evitar aquelas alturas do dia em que se sabe que o sol estará mais forte, normalmente por volta do meio-dia. Qualquer altura do dia em que se ultrapasse os 30 graus, não deve ser aconselhada para treinar.

Caso o faça, as consequências passam não só pela desidratação como também pelas consequências no próprio corpo, nomeadamente o coração, rins, cérebro ou músculos. Se a exposição for continuada, as consequências podem mesmo ser fatais.

Evitá-lo, passa por reconhecer os seguintes sintomas:

  • Temperatura corporal acima dos 39ºC
  • Transpiração alterada com pele seca ou levemente húmida e vermelha
  • Respiração acelerada
  • Desidratação
  • Desorientação e fadiga
  • Alteração da frequência cardíaca
  • Dor de cabeça
  • Náuseas e vómitos

Dito isto, se vai treinar ao ar livre em dias de calor, além de garantir que não o faz com temperaturas acima dos 30ºC, deve estar constantemente hidratado. Água rica em eletrólitos é uma boa opção, já que ajudam ao bom funcionamento do organismo. O corredor deve fazer por ingerir 500ml de água por hora, com pequenos goles a cada 20 minutos.

Com estes cuidados e preferência pelo final do dia para treinar, deverá conseguir prevenir-se do eventual golpe de calor. Caso sofra de um, ou se depare com quem o sofre, deve ligar-se imediatamente para o 112. Enquanto espera por ajuda médica, deve procurar-se um local com sombra, manter as pernas mais altas que o tronco, beber frequentes goles de água e, se possível, humedecer o corpo com uma mangueira.

Deixar Resposta